icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/06/2014
12:08

O treinamento da manhã desta quinta-feira do Grêmio foi, mais uma vez, um trabalho físico. Nada de bola para os jogadores. E a rotina tem deixado os atletas destroçados. O zagueiro Rhodolfo, por exemplo, afirmou que tem dormido às 22h para conseguir descansar dos treinos puxados do preparador físico Fábio Mahseredjian.

A rotina tem sido intensa. Os treinamentos com bola começaram cedo, logo no quarto dia depois da reapresentação. Mas nos últimos dias houve também apenas atividades físicas, sem trabalho técnico, com piques no gramado e exercícios na academia para o grupo, dividido em dois.

- Eu vou dormir às 22h para descansar e estar cedo aqui no outro dia. Estamos cansados, mas é bom. Agora esperamos que volte a rotina dos jogos, todo mundo gosta é de jogar. Ninguém gosta dessa rotina de preparo físico no começo, temos alguns amistosos ainda e temos que nos focar bastante aqui porque a pré-temproada vai ser muito boa - destacou o zagueiro Rhodolfo.

O time gaúcho fez apenas uma atividade tática, ontem, no gramado suplementar do Olímpico. O mesmo pode se repetir nesta quinta, no trabalho que acontece no CT do Humaitá.

O Tricolor fará dois amistosos nos próximos dias, no Paraná. Primeiro, dia 3 de julho, enfrenta o Grêmio Maringá, em Maringá. Depois, jogará contra o Londrina, no Estádio do Café. O restante dos trabalhos acontece em Porto Alegre. O Olímpico será liberado pela Fifa após o último jogo da Copa do Mundo em Porto Alegre, dia 30. Atualmente, o elenco usa as dependências dos juniores e uma academia improvisada.