icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/04/2014
19:14

A dúvida que surge dos trabalhos do Grêmio durante a semana é a presença ou não de Edinho no time que enfrentará o Nacional, nesta quinta-feira, pela Libertadores, na Arena. A tendência é que o volante esteja entre os titulares escolhidos por Enderson Moreira. Mas só a chance de ficar sem o protetor já causa calafrios nos zagueiros do Tricolor. Rhodolfo admitiu que a presença do camisa 8 protege mais a defesa.

- Com três volantes para nós é melhor. Falo dos zagueiros. Mas quem entrar dará conta do recado. O professor Enderson falou que ia treinar algumas formações para ver como ficava em campo, mas acho que definirá amanhã - comentou o zagueiro gremista.

O Tricolor tem jogado com duas linhas de quatro bem postadas. Riveros atua pelo corredor da direita, enquanto Dudu ocupa o lado esquerdo do campo. Edinho e Ramiro jogam pelo centro. Mas isso quando o time poderia utilizar Luan mais à frente. Só que a partir de agora, o jovem de 21 anos será desfalque. E Enderson testa algumas formações. O treinador observou o time sem Edinho, com a presença dos meias Alán Ruiz e Jean Deretti.

- Não lembro de termos jogado assim. Mas cada jogador que entrar vai dar o máximo. O time tem que marcar na frente para a bola não chegar lá atrás. Vamos dar o máximo, temos jogadores de qualidade, quem entra pode decidir uma partida. Não importa quem vai entrar, mas a disposição tática - avaliou Rhodolfo.