icons.title signature.placeholder Daniela Caravaggi
05/12/2013
17:19

Após entrar em greve por conta do atraso de salários, o elenco da Portuguesa teve a rotina de treinos retomada nesta quinta-feira, no Canindé. Ilídio Lico, que vai assumir a presidência da Lusa no dia 2 de janeiro, prometeu pagar as despesas com os jogadores até sábado por meio de uma "vaquinha".

Antes do treino, Lico se reuniu com o elenco e fez a proposta, que, além dele, vai contar com ajuda de pessoas ligadas à Portuguesa. Os jogadores aceitaram a oferta.

- Eu como presidente eleito não vou deixar isso acontecer. Garanti até sábado o que foi pedido por eles. Tudo vai ficar em dia. Várias pessoas ajudaram e não vou falar todas porque não sei se elas querem que eu fale - disse o futuro presidente.

Lico afirmou ainda que a atual diretoria deveria ser responsável por resolver o problema. Manuel da Lupa é o atual presidente do clube.

- Eu assumo dia 2 de janeiro, peguei com uma situação dessas, quem deveria estar respondendo era o atual presidente. Aceitei esse desafio e estou aqui porque gosto da Portuguesa - disse Lico, quando perguntado se a situação poderia ser evitada.

No domingo, a Portuguesa recebe o Grêmio no Canindé, às 17h (de Brasília), precisando apenas de um empate para assegurar sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Mesmo se for derrotada, a Lusa só cai se o Vasco da Gama tirar uma diferença de 11 gols de saldo.