icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão e Vitor Pimenta
01/04/2014
17:05

A reapresentação do Fluminense, dois dias após a eliminação para o Vasco no Campeonato Carioca, atrasou por cerca de 35 minutos. Isso porque, os jogadores fizeram uma reunião nos vestiários e o motivo do encontro não foi revelado. Os goleiros, inclusive, que já estavam no gramado desceram para os vestiários após serem chamados. Em seguida, apenas os reservas e não relacionados subiram para o campo e realizaram um treino recreativo em campo reduzido.

As atividades foram comandadas pelo auxiliar técnico Marcão, Já Renato Gaúcho nem sequer apareceu no gramado, o que aumentou possíveis rumores sobre a situação instável no cargo. Nesta terça-feira, nenhum dirigente ou jogador concedeu entrevista coletiva. Na quarta-feira, é aguardada alguma figura institucional para falar sobre a eliminação no Carioca e a situação do treinador.

No campo, a novidade ficou por conta do atacante Michael que voltou a treinar após quinze dias, sob a supervisão do preparador físico Alexandre Mendes. Já o zagueiro Leandro Euzébio, sem qualquer lesão, treinou em separado de todo o grupo. O defensor tem proposta do Vitória e deve deixar às Laranjeiras, já que não vem sendo utilizado pelo técnico Renato Gaúcho.

O Fluminense volta a jogar apenas no dia 10 de abril, contra o Horizonte, pela primeira fase da Copa do Brasil, no Maracanã. O Tricolor precisa reverter a vantagem de dois gols construída pelo rival na primeira partida, no Ceará.