icons.title signature.placeholder Alexandre Araújo, Daniel Guimarães e João Matheus Ferreira
17/03/2014
14:49

Pouco ficou decidido na reunião da Junta Deliberativa do Vasco na manhã desta segunda-feira. Quando todos pensavam que poderia haver uma definição na data da eleição presidêncial e uma expectativa quanto aos sócios aptos a votar, o que houve foi apenas a entrega da lista de sócios elegíveis e uma cobrança à Comissão de Sindicância sobre os sócios votantes no pleito.

Vale lembrar que nestes últimos inclui-se a questão dos "mensaleiros", no qual quase três mil sócios foram cadastrados em abril do ano passado, sendo cerca de dois mil ligados ao ex-presidente Eurico Miranda e mil ao vice-presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro. Os dois estão se candidatando na eleição deste ano.

- A reunião foi muito positiva. Foi entregue a relação dos sócios elegíveis, que são uns sete mil e poucos, e ficou decidido que vamos solicitar um prazo para que a comissão de sindicância que faz estes levantamento dos sócios eleitores que fixe um prazo para resolver a questão - disse o presidente da Assembleia Geral, Olavo Monteiro de Carvalho, ao LANCE!Net.

A reunião teve a participaçao dos presidentes dos cinco poderes do clube, Olavo Monteiro de Carvalho (ssembleia Geral), Roberto Dinamite (Admnistrativo), Eurico Miranda (Beneméritos), Hélio Donin (Fiscal) e Abílio Borges (Deliberativo).

A reportagem também entrou em contato com Eurico Miranda. O ex-presidente e também candidato ao pleito deste ano não se mostrou muito satisfeito com o que foi decidido.

- A única coisa que eu posso passar é que a definição foi adiada. Sine die! (termo em latim que significa sem data) - comentou ao L!Net.