icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
04/07/2014
19:40

Um jantar realizado na noite desta quinta-feira entre representantes do volante Guilherme e diretoria do Corinthians encaminhou a venda do jogador para a Udinese, da Itália. O clube europeu deseja pagar 1,5 milhão de euros (R$ 4,5 milhões) pelos 30% dos direitos econômicos que os brasileiros detêm. A negociação deve ser fechada na próxima semana, assim que a proposta formal chegar até a mesa do presidente Mário Gobbi.

No início da temporada, a mesma Udinese mostrou interesse pelo lateral-direito Edenilson, e as conversas duraram três semanas porque o "papel timbrado" demorou a ser enviado ao Parque São Jorge. Jorge Machado, empresário do jogador, chegou a determinar um prazo para a apresentação da proposta, e a Udinese cumpriu só nas últimas horas antes de confirmar a contratação de Edenilson.

Agora buscando Guilherme, o clube italiano informou ao investidor Eduardo Maluf, dono de 40% dos direitos, os valores que pretende pagar. Nos próximos dias, com a devida autorização do Corinthians, serão negociados salário, tempo de contrato e projeto de carreira para o volante de 23 anos, revelado nas categorias de base da Portuguesa e jogador do Corinthians desde agosto de 2012.

Guilherme tem contrato até 2017, 76 jogos e nove gols com a camisa do Corinthians. Sua participação no amistoso deste domingo, contra o Uberaba (MG), ainda está em dúvida. Eduardo Maluf, que participou da reunião com a diretoria corintiana, está em São Paulo para definir os detalhes da operação.