icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
26/06/2014
17:59

Após a eliminação da seleção equatoriana com o empate diante da França, na quarta-feira, no Maracanã, o zagueiro Frickson Erazo retornou aos trabalhos com o Flamengo no treino desta quinta-feira, à tarde, no Ninho do Urubu. O equatoriano fez apenas trabalho físicos. Enquanto isso, o técnico Ney Franco comandou mais um trabalho tático, com o retorno de Alecsandro no ataque rubro-negro.

Com Paulo Victor; Wallace, Chicão e Samir; Léo Moura, Cáceres, Elano, Everton e André Santos; Paulinho e Alecsandro, Ney Franco manteve o esquema com três zagueiros. O possível time titular treinou por aproximadamente uma hora no campo 1 do CT, onde o time principal venceu por 2 a 0, com dois tentos de Everton. Os últimos minutos da atividade foram praticamente no breu.


         Ney Franco encerrou o treino um pouco antes do esperado (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Em uma atividade que aprimorou o controle de posse de bola e marcação pressão, Ney Franco cobrou bastante dos jogadores e interrompeu várias vezes o treinamento para tentar corrigir algumas falhas apresentadas. "Não pode errar, não pode errar", "Não pode tomar bola nas costas" e "Fez bem. Não recuperou a bola, mas fez o time voltar" foram um dos gritos do treinador. Enquanto isso, André Santos foi o que mais mostrava irritação quando a equipe perdia a bola: "Não vamos errar o passe, estamos errando na hora de sair. Estamos errando muito. Vamos ficar com a p... da bola sem perder" gritou por diversas vezes o lateral-esquerdo.


Ainda recuperando de lesão, Hernane realizou trabalhos com bola no campo dois sob os comandos do preparador físico Marcos Lima. Além do Brocador, Felipe treinou com os goleiros, mas segue sem realizar trabalhos sem impacto.

O Rubro-Negro volta a treinar na sexta e no sábado pela manhã, e no domingo, a equipe fará um jogo-treino contra o Tupi, de Juiz de Fora, às 10h, no Ninho do Urubu.