icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
18/06/2014
12:27

O quarto dia de treinos do São Paulo em Orlando (EUA) foi destinado às finalizações. Muricy Ramalho deixou todos os jogadores de meio-campo e ataque na metade do gramado no Omni Resort e comandou triangulações, tabelas e chutes a gol, mas não saiu satisfeito com o rendimento dos atletas.

O técnico deixou Douglas, Auro e Luis Ricardo abertos pela direita e Reinaldo, Lucas Evangelista e Osvaldo pela esquerda para aprimorar cruzamentos e passes. Os trios foram os últimos a poderem finalizar a gol. Enquanto isso, Souza, Maicon, Hudson, Denilson e João Schmidt tinham a missão de iniciar as jogadas e aparecer na área como surpresa.

Já os meias e atacantes foram os responsáveis pela insatisfação de Muricy Ramalho. Ganso, Boschilia, Alexandre Pato, Ewandro, Alan Kardec e Luis Fabiano tentaram pelo alto e por baixo, mas as cabeçadas e chutes poucas vezes morreram dentro do gol. Os atletas do setor ofensivo pararam em grandes defesas de Rogério Ceni, Denis, Renan Ribeiro e Léo, mas também furaram e isolaram em outras oportunidades.

A defesa, na outra medade do campo, também passou por atividades específicas, que acabaram mais cedo do que as do setor ofensivo. Após o término do treino, o elenco realizou alongamento no gramado e imediatamente buscou as raras sombras do local para se hidratar.