icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/04/2014
21:02

Um dos principais responsáveis pelo imbróglio judicial, que causou o abandono da Portuguesa aos 17 minutos do primeiro tempo da partida de abertura da Série B, o torcedor da Lusa Renato Azevedo comemorou o acontecido e desabafou em seu Twitter.

"Se depois vão caçar a liminar é outra história, mas está vigiente, o mínimo que se pede é respeito às leis (sic)" escreveu ele, em seu microblog.

Renato foi quem conseguiu a liminar favorável ao clube na justiça. O documento, conquistado na 3ª Vara Cível de São Paulo, devolveu os quatro pontos perdidos pela Portuguesa em decisão do STJD no final de 2013, pela escalação irregular do jogador Héverton. Com isso, a Lusa deveria ser reintegrada à elite do futebol nacional e jogar a Série A de 2014. A juíza Adaisa Bernardi Isaac Halpern, que concedeu a liminar, estabeleceu multa diária de R$ 50.000,00 caso a decisão não seja cumprida.