icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Thiago Correia
06/06/2014
06:59

A seleção italiana pisou em solo brasileiro no início da manhã desta sexta-feira. Logo em seguida, a Azzurra se dirigiriu ao resort Portobello, em Mangaratiba, que será a base da equipe comandada pelo técnico Cesare Prandelli. O LANCE!Net visitou o local, que tem praia particular, safari e a estrutura necessária para a busca pelo pentacampeonato do mundo no Brasil.

A Itália não jogará no Rio na primeira fase, mas optou pelo local para evitar perda de tempo com trânsito, como foi na Copa das Confederações. Com muito bom humor, o gerente do hotel diz até que está preparado para alguma possível estripulia do atacante Mario Balotelli, jogador mais badalado da equipe.

- Já ouvi algumas coisas dele, inclusive que soltou fogos no banheiro. Mas tem extintores nos quartos, os bombeiros estão aí de prontidão também - brincou Ricardo Rodrigues.

O Portobello, que já abrigou Fluminense e Botafogo, se preparou para receber não só os jogadores e a comissão técnica, como também as famílias dos italianos. Os azzurri ficarão em quartos individuais - cuja diária é de R$ 1.090 -, mas não poderão dividi-los com esposas ou namoradas.

Para agradar, algumas adaptações precisaram ser feitas, como, por exemplo, a disponibilização de área para academia, onde mais de 30 aparelhos foram colocados pela empresa Technogym.

- Nos apartamentos dos jogadores, que serão no primeiro bloco, tiramos uma cama, para montar videogame. Desmontamos a instalação do clubinho das crianças, porque eles vão montar academia, área de musculação, massagem - explicou Ricardo, acrescentando que segurança não vai ser problema:

- O hotel é todo fechado. Nossa praia é fechada. Tem segurança, controle de câmeras. Tivemos várias visitas da parte de segurança deles (italianos). Só vai entrar quem está na lista, com crachá. A Marinha veio, conheceu as instalações e vai dar suporte na praia. Ou seja, tem segurança do hotel, a que eles estão trazendo... Está tudo favorável.

Para executar melhor os serviços à Itália, teve gente que precisou voltar ao banco escolar.

- Contratamos um professor de italiano para dar um treinamento, O objetivo é ter uma equipe para saber, pelo menos, o básico. Mas isso não é suficiente e vamos contratar umas 10 funcionários com fluência em italiano - disse o gerente.

Com o campo, onde Balotelli, Pirlo e Cia. farão o primeiro treino já nesta sexta-feira, mais cuidados.

- Os hotéis que se candidataram a receber uma seleção tiveram que cumprir requisitos da Fifa, como campo oficial do tamanho devido, hospedagem, e o nosso resort já tinha isso. Nos adaptamos ainda aos padrões que eles solicitam. O gramado, por exemplo, tivemos que contratar uma empresa que conhece: a Greenleaf. E o investimento é todo nosso

COMIDA E ANIMAIS

O Portobello foi alvo de uma fiscalização do Procon e lá foram encontrados alimentos fora da data de validade ou sem especificação. Independentemente das condições da cozinha do local, isso não vai afetar a Itália, que trará os próprios cozinheiros, massas e molhos da Europa. Afinal, nisso eles são melhores que no futebol.

Se no intervalo entre as refeições Balotelli e Cia. quiserem, o Portobello deixou à disposição o safari. Animais de diversas espécies vivem em um espaço destinado a eles no extenso terreno do local - sem jaulas. Tem de camelo a ema, passando pela lhama, entre outros.