icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
22/07/2014
14:34

Depois de entrar no segundo tempo da partida contra o Coritiba, no último sábado, em Volta Redonda, e sair de campo elogiado pelo técnico Vagner Mancini, o volante Gabriel trabalha para recuperar seu espaço entre os titulares do Botafogo. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, no Engenhão, o jogador disse que respeita a decisão do treinador, mas garantiu dedicação total para voltar a ser escalado de início.

- Todo jogador quer jogar, e eu não sou diferente. Quero ser titular, como fui na maioria das vezes. Estou trabalhando para isso e respeito a escolha de cada um. Quando for solicitado, quero fazer o melhor, mas estou tranquilo porque o elenco do Botafogo tem muita qualidade. Todos nós queremos jogar, mas sempre pensando no bem do clube. Entrei bem contra o Coritiba, mas o que importa é jogar bem e a equipe vencer - disse Gabriel.

Contratado junto ao Paulínia (SP), no início de 2011, ainda para os juniores, Gabriel tem 22 anos, e já disputou 93 jogos com a camisa do Botafogo, marcando um gol. Para o volante, o triunfo diante dos paranaenses foi fundamental para dar mais confiança ao time para o clássico contra o Flamengo, domingo, às 18h30, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

- Foi uma vitória importante, não só para dar moral para clássico, mas também para melhorar o ambiente, os ares do Botafogo, que sabíamos que não estava bem, passando por dificuldades, ainda estamos. Temos que ter os pés no chão, ganhamos uma partida, o que era nossa obrigação. Não podemos considerar que está tudo bem com essa vitória, temos que ter a mesma dedicação contra o Flamengo - afirmou o jogador, que pode começar jogando contra os rubro-negros, caso Airton, que teve um problema no cotovelo esquerdo, não possa jogar.

Com 12 pontos ganhos, o Botafogo ocupa a 13ª colocação na tabela de classificação do Brasileirão.