icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/11/2013
13:38

O lateral uruguaio Fucile, ex-Santos, entrou em rota de colisão com o seu novo treinador, Paulo Fonseca. Desde que voltou ao Porto e encontrou o novo técnico, o jogador teve poucas oportunidades, e resolveu colocar a boca no trombone. Ele disse que questões que estão fora das quatro linhas podem ter atrapalhado o reserva do brasileiro Alex Sandro.

- Com este treinador não tenho a continuidade que pretendo. Creio que merecia ter jogado mais. Falei disso com ele, mas nada acontecia. Vai haver a Copa do Mundo e preciso de jogar para poder estar lá - disse Fucile à rádio uruguaia La Oral Deportiva, já falando sobre uma possível saída:

- Tenho uma ideia por que não jogo, mas não posso falar sobre isso. Não sei se a causa é extrafutebol, mas acho que já fiz o suficiente para jogar. Se tens um jogador que cumpre os requisitos necessários, tens de lhe dar alguma coisa para o manter feliz. Merecia ter mais oportunidades. Não me senti apoiado e agora há que encontrar novos ares

Ao saber das declarações do uruguaio, o técnico Paulo Fonseca foi curto e grosso:

- Fucile não está treinando. Quem não treina, não conta.