icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
05/11/2014
13:03

Leandro Damião foi reserva do Santos em cinco dos últimos seis jogos sob o comando de Enderson Moreira, que a cada semana precisa responder sobre as razões da preferência por Gabriel, artilheiro do clube na temporada com 20 gols, mais do dobro do camisa 9, que tem exatos nove gols marcados em 39 partidas com a camisa alvinegra. Para o duelo decisivo desta quarta-feira, contra o Cruzeiro, pela volta da semifinal da Copa do Brasil, Damião segue no banco de reservas, mas vive a expectativa de tornar-se um talismã na fase final do torneio de mata-mata.

Em 30 de março de 2013, na semifinal do Campeonato Paulista, saiu dos pés do contestado atacante o gol que recolocou o Santos na partida contra o Penapolense, que vencia por 2 a 1 até os 16 minutos do segundo tempo. Após o gol de empate marcado por Damião, o Santos partiu para cima e conseguiu a vitória por 3 a 2 marcando aos 41 da etapa complementar, com o garoto Stéfano Yuri.

Importante na última semifinal disputada pelo Peixe, Leandro Damião está no banco, mas segue recebendo a confiança de Enderson Moreira. Após o jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, quando o Peixe foi derrotado por 1 a 0 e o camisa 9 atuou por dez minutos, o comandante deu o recado e assegurou a aposta em um Damião decisivo.

- Ele sabe do que é capaz. Foi competitivo em Chapecó (empate do time misto do Santos por 1 a 1), ganhou bolas por cima, está correndo atrás... Quantos casos nao tem no futebol... Ele está batalhando, e quem sabe nao está reservado para ele um gol em um momento importante? - questionou o treinador.