icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
16:47

A repórter esportiva da Rádio CBN, Mayra Siqueira, estava no gramado do Romildão, no momento em que um torcedor xingou o meia santista Arouca de macaco. Durante a partida, realizada na noite da última quinta-feira,  o jogador marcou um golaço de voleio e ajudou o Santos a golear o Mogi Mirim por 5 a 2 no Campeonato Paulista.

No momento em que foi hostilizado, Arouca concedia entrevista coletiva na beira do gramado e ficou visivelmente abalado. Confira o relato:

"Na saída do gramado, os jornalistas foram entrevistar o Arouca, que tinha feito o quarto gol do jogo, um belo gol de voleio, e apenas o quarto gol dele pelo Santos. Enquanto um repórter fazia uma pergunta, um torcedor do Mogi Mirim, de um pequeno grupo que restava na arquibancada na lateral do campo, do lado oposto às cadeiras numeradas, gritou "macaco!" para o jogador. Instantaneamente o volante perdeu completamente o fio da meada da pergunta, e ficou visivelmente transtornado. Seus olhos encheram de lágrimas e ele ficou bastante consternado. Apenas conseguiu balbuciar "lamentável" e se encaminhou para o vestiário. Os jornalistas se chocaram e começaram a chamar a atenção para o ocorrido. A polícia responsável no local estava acompanhando a saída da torcida santista, que estava em maior número, por uma outra saída, do outro lado da grade. Quando os jornalistas começaram a fazer a denúncia, eles não se moveram. Um dos repórteres chegou a falar em voz alta: "Eles estão indo embora! Estão saindo livremente do estádio! Por que a polícia não faz nada?". Porém nada foi feito. O grupo de torcedores que estava com o agressor saiu do estádio sem qualquer tipo de transtorno"

Na súmula do jogo não houve qualquer registro da ofensa. Na manhã desta sexta-feira, através de nota oficial, o volante santista cobrou punição para as pessoas que o xingaram. Além dele, o treinador Muricy Ramalho, Renato Gaúcho, Rivaldo também se pronuciaram sobre o caso. Parte do elenco santista demonstrou apoio a Arouca através de mensagens nas redes sociais.

Após ato de racismo, Arouca desabafa sobre episódio