icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/04/2014
10:05

Durou até os 45 minutos do segundo tempo o empate do Atlético-MG diante do Atlético Nacional, em Medellín, na Colômbia. O gol de Cárdenas no final da partida decretou a vitória justa aos colombianos que pressionaram o time mineiro durante todo o jogo, e fez com que o Galo voltasse para Belo Horizonte com uma derrota amarga na bagagem.

Semelhante ao ano passado, o Atlético-MG voltará ao Independência precisando de uma vitória com pelo menos dois gols de diferença. Apesar da estratégia inicial em sair da Colômbia com pelo menos um empate não ter sido alcançada, a confiança dos atleticanos também se assemelha ao torneio de 2013, e a vontade para sair do Horto com a classificação também é grande.

- Lamentamos muito de ter tomado esse gol, mas agora é buscar força para reverter o resultado em casa. Sabemos que temos potencial, agora é na nossa casa, com o apoio do torcedor para fazer a diferença e prevalecer o manto - disse o volante Pierre.

- O jogo deles foi de muito bola alta. Nossa defesa esteve bem, o Victor nos salvou em vários momentos, saímos derrotados, mas é um resultado que dá para reverter na volta - falou o meia Guilherme.

Titular absoluto na campanha do ano passado, Donizete chamou a atenção para evitar os resultados ruins, assim como a pressão por uma boa vitória em casa, mas diante do revés em Medellí, reafirmou que a parceria time/torcida terá que sofrer mais um pouco para chegar às quartas.

- A gente vem falando, não precisa sofrer. Mas agora teremos que sofrer mais um pouquinho. Mas estaremos preparados para sair com a vitória e conseguir a classificação - afirmou o volante.