icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/04/2014
17:51

Depois de toda a confusão que envolveu a saída de Adriano e a queda na Copa Libertadores, o Atlético-PR teve uma boa estreia no Campeonato Brasileiro. O time comandado por Miguel Portugal fez um ótimo primeiro tempo e se defendeu bem no segundo para garantir vitória, por 1 a 0, sobre o Grêmio. O jogo deste domingo aconteceu no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Foi o primeiro jogo de punição (faltam oito) para o time mandante, por conta da barbárie ocorrida na Arena Joinville, em 2013. Poupando a zaga titular, o Imortal não conseguiu impôr o melhor futebol e a derrota foi justificada.

Repaginado após afastar 13 jogadores por indisciplina - alguns deles titulares, como o caso do capitão Manoel -, o Rubro-Negro mostrou um futebol vistoso e rápido no primeiro tempo. Foi superior ao Tricolor com sobras durante os 45 minutos iniciais. Mesmo com infiltrações bem executadas e jogadas rápidas pela ponta, foi na bola parada que o Atlético abriu o placar. Marcos Guilherme cobrou falta venenosa aos 15 minutos. Busatto - que substituía Marcelo Grohe no gol gremista - hesitou e o zagueiro Drausio se antecipou para estufar as redes.

O setor defensivo visitante mostrava certa insegurança, especialmente na figura de Busatto. Após saída errada do goleiro, Marcos Guilherme quase ampliou, mas Geromel tirou em cima da linha. Logo em seguida, o Grêmio teve chance clara para empatar. Aos 41, Dudu fez bela jogada e serviu Riveros. Na cara do gol, o volante paraguaio isolou a única oportunidade cristalina do Tricolor na primeira etapa. E quase pagou caro por isso. No último lance, Marcelo foi lançado e, de frente para Busatto, preferiu tocar para Marcos Guilherme, desequilibrado, chutar para fora. O apito que anunciou o intervalo soou como música para o treinador Enderson Moreira.


Barcos não conseguiu ajudar o Grêmio a ter um melhor resultado (Foto: Eduardo Valente/AGP)

Após o provável puxão de orelhas no vestiário, o Imortal voltou para os 45 minutos finais com mais gana. Entretanto, a postura correta da zaga atleticana dificultava. O Rubro-Negro, taticamente aplicado, buscava resolver nos contra-ataques. Nas raras oportunidades que teve, o Grêmio parou nas mãos do goleiro Santos. O Rubro-Negro conseguiu cumprir bem a proposta atrás, e saiu do Orlando Scarpelli com os três pontos.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 1 X 0 GRÊMIO

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data-hora: 20/04/2014 - 16h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Auxiliares: Carlos Brekenbock (SC) e Marcio Luiz Augusto (SP)
Renda - Público: Não divulgados
Cartões Amarelos: Paulinho Dias (CAP); Edinho e Ramiro (GRE)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Drausio, aos 15'/1ºT (1-0)

ATLÉTICO-PR: Santos; Mário Sérgio, Dráusio, Cleberson e Natanael; Deivid, João Paulo (Otávio, aos 39'/2ºT), Paulinho Dias e Marcos Guilherme (Mosquito, aos 29'/2ºT); Marcelo e Ederson (Lucas Olaza, aos 21'/2ºT). Técnico: Miguel Ángel Portugal Vicario

GRÊMIO: Busatto; Pará (Éverton, aos 32'/2ºT), Bressan (Rodriguinho, aos 14'/2ºT), Pedro Geromel e Breno (Léo Gago, aos 21'/2ºT); Edinho, Ramiro e Riveros; Zé Roberto e Dudu; Barcos. Técnico: Enderson Moreira