icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/11/2013
12:05

A seis rodadas do encerramento do Brasileirão e a menos de dois meses para o término de seu contrato, Tite ainda não sabe se permanecerá no Corinthians em 2014. Apesar de o treinador manter a definição incerta, dependendo de uma atitude do próprio clube, o diretor de futebol Roberto de Andrade assegurou que não prevê grandes problemas para estender novamente o vínculo do comandante.

- Vamos aguardar o término do campeonato e conversar. Fizemos assim nas renovações e agora não é diferente. A análise sobre o Tite não tem que ser pelo momento, mas pelo todo, independente de estar em uma situação diferente do que o normal. A gente tem vontade que o Tite fique, acho que ele também, então acho que não vai ter problema na renovação - afirmou o dirigente, à rádio Transamérica, ainda em Salvador, palco do empate por 1 a 1 contra o Vitória.

No último dia 24 de outubro, Tite completou três anos como treinador do Corinthians, time pelo qual conquistou títulos estaduais, nacionais, continentais e mundiais. Em 2013, no entanto, apesar de ter assegurado o Paulistão e a Recopa, pensou em deixar o Timão por conta da eliminação na Copa do Brasil e do mau momento no Brasileirão - com 42 pontos, a equipe terminou a 32ª rodada na 12ª colocação.

- Vamos colocar o clube acima de tudo. Aquilo que for importante para o Corinthians, que o presidente enxergar. Essa é a essência, não a minha vontade ou da minha família. Eu sou um cara privilegiado, disse que só há um clube para permanecer no Brasil, e se chama Corinthians, se o Corinthians assim entender. Falei para caramba para dizer assim: vai partir do Corinthians, o que for melhor para o Corinthians - afirmou, lembrando que, recentemente, disse que deve "dar um tempo" caso não permaneça no Timão.