icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/02/2015
09:56

Conforme passa o tempo, a renovação de Daniel Alves com o Barcelona fica cada vez mais complicada. Impedido de contratar até o fim deste ano, o lateral-direito encerra o seu compromisso em junho, e o clube já se preocupa, sabendo que pode ficar alguns meses sem alguém de destaque para a posição. Desta forma, o clube já se movimenta para garantir o brasileiro Danilo, do Porto, para janeiro de 2016.

Aos 31 anos, Daniel Alves já começa a pensar na reta final da carreira. O Barcelona quer renovar o contrato, principalmente por causa da punição, mas o jogador quer por três temporadas, e não há um acordo. Desta forma, a tendência é que o brasileiro dê adeus ao clube catalão e assine por outro clube a custo zero.

De qualquer forma, o Barcelona vai ter que se virar na primeira metade da próxima temporada. E tudo fica ainda mais complicado por causa da situação de Montoya. Reserva imediato de Daniel Alves, o lateral-direito já declarou que pretende sair, obrigando o Barça a se virar com improvisações ou uma busca desesperada nas categorias de base.

Daniel Alves deve se transferir para a Inglaterra (Foto: Bagu Blanci/ AFP)

Em relação a Danilo, não se trata de uma negociação fácil. O Porto é conhecido por ser implacável em suas negociações, e desta vez não deve ser diferente. O clube já recebeu algumas propostas na casa dos 13 milhões de euros (R$ 41 milhões), como da Juventus, mas a diretoria nem quis ouvir, já que a multa do jogador da Seleção Brasileira é de 50 milhões de euros (R$ 157 milhões), e dificilmente o Dragão venderia por um valor inferior.

Porém, o compromisso de Danilo com o Porto é até 2016, e caso não queira vender em janeiro do ano que vem ao Barça, ou até no meio deste ano para outro clube, o jogador poderia sair a custo zero, assim como Daniel Alves vai fazer. O Dragão já sentou com o jogador para renovar o contrato, e a tendência é que aconteça o que houve com Fernando, por exemplo.

O volante estava na reta final do seu vínculo, mas o prolongou, diminuiu a multa, e acabou saindo para o Manchester City. Desta forma, a multa de Danilo poderia ficar na casa dos 35 milhões de euros (R$ 110 milhões).