icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/12/2013
21:25

Esta quarta-feira reservou novidades ao Vaivém envolvendo os 12 grandes clubes. No Rio de Janeiro, boa notícia para o Flamengo: o capitão e lateral-direito Léo Moura acertou a renovação de contrato com o Rubro-Negro. Em General Severiano, Eduardo Hungaro, assistente de Oswaldo de Oliveira, foi efetivado como treinador do Botafogo. Já o Santos tem novidade no caso Vargas. Para contar com o atacante chileno, o Peixe pode ter que aceitar a vinda do zagueiro Bruno Uvini, encostado no Napoli.

No twitter oficial do clube, o Flamengo anunciou que Leonardo Moura continua com a camisa 2, além da braçadeira, por mais um ano. O lateral-direito tinha a vontade de extender o vínculo com o Rubro-Negro por mais duas temporadas, mas o clube achou melhor não. O jogador atua pelo clube da Gávea desde 2005 e tem no currículo duas Copas do Brasil e um Campeonato Brasileiro pelo Fla.

Paulo Autuori e Tite foram nomes especulados pelo Botafogo para preencher a vaga deixada por Oswaldo de Oliveira - hoje treinador do Santos. Curiosamente, a solução para o Glorioso já estava dentro do clube. O Alvinegro anunciou nesta quarta-feira a efetivação de Eduardo Hungaro, que foi assistente de Oswaldo no Bota, como o treinador que comandará o time na volta à Libertadores, após 18 anos.

Na Baixada Santista, mais um capítulo escrito na novela Eduardo Vargas. Para poder contar com o chileno, o Santos pode ter que levar o zagueiro Bruno Uvini, formado nas categorias de base do São Paulo, como contrapeso. O zagueiro não tem muitas oportunidades no Napoli, que pretende emprestá-lo para ganhar ritmo, além de se livrar do pagamento do salário do jogador

Vaivém: Santos e Palmeiras puxam a fila das negociações no Brasil