icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
09/02/2015
18:06

O Flamengo pode esperar um 2015 com os cofres cheios. É o que garantiu um estudo divulgado nesta segunda-feira pelo grupo de investimentos Itaú BBA. De acordo com a pesquisa, publicada no site ESPN, o Rubro-Negro carioca está no topo entre os principais clubes do país quanto à projeção de lucro para 2015: R$ 79 milhões. Curiosamente, no outro extremo está o segundo clube de maior torcida do país. Entre faturamento e despesas financeiras, o Corinthians tem prejuízo especulado em R$ 24 milhões.

 A análise dos investidores apontou que o Fla deve conseguir R$ 316 milhões em faturamento, e ter gastos de R$ 237 milhões - uma prova de que "segue firme na direção do saneamento de suas finanças". Já o Timão, mesmo com previsão de lucro em R$ 254 milhões, tende a gastar R$ 278 milhões na temporada.

Ao lado do Flamengo, apenas o Fluminense tem cenário otimista para a temporada entre os cariocas. Com receitas estimadas em R$ 113 milhões, para despesas em R$ 88 milhões, o Tricolor das Laranjeiras tende a ter lucro de R$ 27 milhões. O Vasco tem prejuízo previsto em R$ 6 milhões - devido a receitas em R$ 149 milhões, compensadas pelos R$ 155 milhões a serem utilizados em despesas. E o Botafogo tem o pior cenário do Rio de Janeiro: R$ 10,4 milhões de prejuízo. Apesar da possibilidade de lucrar R$ 85 milhões, o clube precisará gastar 95,4 milhões.

O cenário dos clubes paulistas deixa em alta apenas para a dupla San-São. "Vice-líder" entre os clubes que devem ser mais rentáveis em 2015, segundo o estudo. Tricolor tem previsão de lucro de R$ 24 milhões, devido a receitas geradas em R$ 273 milhões e despesas na casa dos R$ 246 milhões. A equipe da Vila Belmiro também deve terminar o ano no azul - por pouco. Suas receitas estão estimadas em R$ 134 milhões, contra R$ 131 milhões em gastos.

O Palmeiras terá o segundo maior prejuízo entre os clubes analisados. As despesas de R$ 256 milhões não serão compensadas pelas receitas, estimadas em R$ 239 milhões.

Em Minas Gerais, está previsto um contraste entre os maiores rivais. Enquanto o Cruzeiro lucrará R$ 11 milhões - com seus R$ 198 milhões em receita compensando os R$ 187 milhões em gastos, o Atlético-MG tende a terminar o ano no vermelho. Apesar de ter os mesmos R$ 187 milhões estimados em gastos na Raposa, o Galo deve gerar receitas de R$ 173 milhões.

A dupla Gre-Nal será exemplo de lucro para 2015, segundo o estudo. O Imortal, que faz uma política de redução da folha salarial, tem lucro estimado em R$ 16 milhões. Suas receitas estão estimadas em R$ 181 milhões, contra R$ 165 milhões em gastos. Do lado do Colorado, suas receitas em R$ 210 milhões compensarão os R$ 205 milhões estimados em gastos.