icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/11/2013
16:32

A repetição de time é sempre louvada por treinadores. O técnico Renato Gaúcho tem tido esta sorte no Grêmio. Mas não adiantou seu vai "usá-la" para o jogo com a Ponte Preta, às 17h de domingo, no Moisés Lucarelli. O comandante valorizou ter o grupo todo à disposição, sem lesões ou suspensões, e deixou no ar a possibilidade de modificar o time que entra em campo em São Paulo.

Nas últimas duas partidas, o Grêmio entrou em campo com Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro, Riveros e Zé Roberto; Kleber e Barcos. A formação deve ser essa também para pegar a Macaca. Mas Renato alertou para uma possível surpresa.

- Tenho a chance de repetir, mas não quer dizer que eu vou repetir. Vou buscando os resultados, independente de quem entra e quem sai. E o Grêmio é vice-lider por causa disso, não defini uma equipe titular, não menosprezei A, B ou C. Quando precisei de qualquer jogador, deu resposta. É o que eu falei, é o que eu quero deles. Vão saber na hora. Está todo mundo preparado, viajam 24 jogadores e está todo mundo preparado e pode jogar - despistou Renato.

O técnico ganhou o reforço de Eduardo Vargas, que retornou de período com a seleção do Chile. No entanto, para usar o chileno, o comandante terá de abrir mão de Maxi Rodríguez, autor dos dois gols da vitória sobre o Flamengo, no último domingo, pelo limite de estrangeiros.

- Acho que o mais importante é ter os jogadores todos à disposição. É fundamental e é um trabalho maravilhoso de fisioterapeutas e todo o pessoal da comissão técnica. Muitos clubes tem jogadores machucados e temos todo mundo inteiro nesse momento. É sempre importante repetir o time, mas o melhor é ter todo mundo, independente do esquema, para buscar o que nos interessa - completou o comandante.

O Grêmio ainda treinará na manhã deste sábado, no Estádio Olímpico, antes de viajar para Campinas. O elenco gremista busca a vice-liderança do Brasileirão para ganhar tempo na preparação para a próxima temporada.