icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2013
08:02

Contratado para ser o xerife da defesa do Grêmio na Libertadores, Cris vive um momento de desgaste com a torcida do Grêmio. As duas expulsões na competição continental, dentro da Arena, deixaram o clima ruim entre as duas partes. No entanto, nas últimas duas partidas, o camisa 3 foi utilizado por Renato Gaúcho. A intenção é recuperar o defensor, com contrato até o final do ano.

O Tricolor está buscando um zagueiro. Rhodolfo pode ser contratado junto ao São Paulo - o presidente Fábio Koff acredita em uma resposta dos paulistas após a Recopa, na quarta. Mas Renato trabalha para recuperar o experiente zagueiro, de 35 anos.

- O Cris é jogador do Grêmio, faz parte do grupo. Se está no grupo, mais cedo ou mais tarde, vou usar o Cris. Sei o que aconteceu e a razão do torcedor estar brabo com ele, mas é jogador do Grêmio. Quando eu cheguei daqui em 2010, o torcedor não podia ver o Jonas, Douglas, e o time foi crescendo. Quero que o torcedor acredite na gente e procure apoiar o nosso trabalho. É um dos líderes do grupo, tenho certeza que o torcedor vai esquercer o que aconteceu no passado e vai apoiar ele - explicou o comandante gremista.

A declaração de Renato e o uso de Cris nas duas partidas caminham juntos com o que disse Kleber nesta segunda-feira. O atacante afirmou que, com Luxemburgo, quem estava fora acabava desmotivado, já que o time não dava resultados em campo, mas mesmo assim o treinador não mexia nem dava chance para quem estava no banco.

- Uma mudança de treinador sempre ajuda, se motiva mais, quem não está jogando começa a vislumbrar uma posição diferente. O que não acontecia. Antes tinha um time que mesmo com os resultados não vindo, não mudava. Ia desmotivando o pessoal que não joga - relatou o Gladiador.

Contratado para ser o xerife da defesa do Grêmio na Libertadores, Cris vive um momento de desgaste com a torcida do Grêmio. As duas expulsões na competição continental, dentro da Arena, deixaram o clima ruim entre as duas partes. No entanto, nas últimas duas partidas, o camisa 3 foi utilizado por Renato Gaúcho. A intenção é recuperar o defensor, com contrato até o final do ano.

O Tricolor está buscando um zagueiro. Rhodolfo pode ser contratado junto ao São Paulo - o presidente Fábio Koff acredita em uma resposta dos paulistas após a Recopa, na quarta. Mas Renato trabalha para recuperar o experiente zagueiro, de 35 anos.

- O Cris é jogador do Grêmio, faz parte do grupo. Se está no grupo, mais cedo ou mais tarde, vou usar o Cris. Sei o que aconteceu e a razão do torcedor estar brabo com ele, mas é jogador do Grêmio. Quando eu cheguei daqui em 2010, o torcedor não podia ver o Jonas, Douglas, e o time foi crescendo. Quero que o torcedor acredite na gente e procure apoiar o nosso trabalho. É um dos líderes do grupo, tenho certeza que o torcedor vai esquercer o que aconteceu no passado e vai apoiar ele - explicou o comandante gremista.

A declaração de Renato e o uso de Cris nas duas partidas caminham juntos com o que disse Kleber nesta segunda-feira. O atacante afirmou que, com Luxemburgo, quem estava fora acabava desmotivado, já que o time não dava resultados em campo, mas mesmo assim o treinador não mexia nem dava chance para quem estava no banco.

- Uma mudança de treinador sempre ajuda, se motiva mais, quem não está jogando começa a vislumbrar uma posição diferente. O que não acontecia. Antes tinha um time que mesmo com os resultados não vindo, não mudava. Ia desmotivando o pessoal que não joga - relatou o Gladiador.