icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/03/2014
07:12

Titular do Fluminense no início da temporada, o atacante Rafael Sobis nem sequer entrou na primeira partida da semifinal do Campeonato Carioca, diante do Vasco, que terminou empatada em 1 a 1, nesta quinta-feira. O técnico Renato Gaúcho reclamou sobre as opiniões com a substituição e  explicou porque optou pelo jovem Marcos Júnior e não pelo camisa 23 na partida.

- As pessoas não têm que achar nada. É o treinador que tem que achar. Quando fizemos o gol, o Vasco deu espaços. O único jogador de velocidade que tinha era o Marcos Júnior. Infelizmente, tomamos um gol em seguida e o Marquinhos sofreu a lesão. Estou aqui para explicar para os especialistas - explicou.

O técnico ainda falou sobre a postura do Tricolor nesta primeira partida. Perguntado se o clube entrou com o "regulamento embaixo do braço" por esperar mais o Vasco na primeira etapa, o treinador ressaltou que a formação do Flu foi ofensiva e falou sobre a dupla Walter e Fred.

- Quando falo que o time é muito ofensivo é por isso. Meus atacantes jogam no campo do adversário e não vão marcar no meio ou na lateral. Quando estiveram em campo, o Walter fez esse papel, o Fred também. Os atacantes têm que voltar. Nâo tem como treinar um time no Brasil que os atacantes não marcam. Tanto é certo o que estou falando é só ver os times grandes, os atacantes sempre voltam para marcar.