icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
19:01

Em jogo que poderia tirar o time da zona de rebaixamento, a Ponte Preta não conseguiu furar a defesa do Vitória e acabou sendo derrotada por 3 a 0, neste domingo, em pleno Moisés Lucarelli, com gols de Renato Cajá, Ayrton e Dinei. Com 34 pontos, faltando cinco rodadas para o fim do Brasileirão, a Macaca se complica e vê a Série B cada vez mais próxima.

Desde os primeiros minutos, o time baiano dominou a partida e pressionou o adversário, alheio à torcida pontepretana. Ayrton se destacou e quase abriu o placar duas vezes: aos sete minutos, mandando uma bola no travessão, e também aos dez, arriscando um chutão de longe que parou nas mãos de Roberto.

Mas foi Renato Cajá, ídolo da Ponte, que começou a passar o carro no Majestoso. Aos 18 minutos, o camisa 10 recebeu um cruzamento de Danilo Tarracha na entrada da área e, sem marcação, finalizou a jogada... com a barriga, à la Val Baiano.

Não demorou muito para que o segundo gol viesse: aos 26, Ayrton recebeu uma bola na direita e aproveitou a chance para chutar cruzado e marcar um golaço. Chiquinho foi substituído por Elias na sequência e não ficou satisfeito com a escolha do técnico Jorginho, saindo do campo sem cumprimentá-lo.

Até que a Ponte Preta acordou depois do lance, mas não foi o suficiente para diminuir a diferença. Com uma ótima campanha, logo após seu retorno à elite do futebol brasileiro, o Vitória se consolidou com uma zaga forte, que não deu trégua para os campineiros.

Ainda no fim do primeiro tempo, Dinei. fechou o marcador, aos 42 minutos. Marquinhos puxou o contra-ataque e mandou a bola para a defesa de Roberto. No entato, Dinei aproveitou o rebote para fazer o terceiro.

Parecia que a Ponte estava mesmo com a cabeça na semifinal da Sul-Americana, que acontecerá no dia 21 de novembro, diante do São Paulo. A euforia de participar de sua primeira competição internacional afetou o desempenho do time no nacional.

Na volta do intervalo, os donos da casa pressionaram e desperdiçaram muitas bolas, mas nada foi suficiente para impedir a derrota.

Na próxima rodada, a 34ª, a Macaca enfrenta o Goiás, na quarta-feira, às 19h30, no Serra Dourada. No mesmo dia, o Vitória pega o Cruzeiro, no Barradão, às 21h50.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 0 X 3 VITÓRIA

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data/Hora: 10/11/2013 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

Renda/Público: Não disponíveis
Cartões Amarelos: Baraka (PON); Marcelo (VIT)
Cartões Vermelhos: -
GOLS: Renato Cajá, aos 18'/1ºT (0-1); Ayrton, aos 26'/1ºT (0-2) e Dinei, aos 42'/1ºT (0-3)

PONTE PRETA: Roberto; Régis, Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Chiquinho (Elias, 28'/1ºT), Fellipe Bastos e Adrianinho; Rildo e William (Rafael Ratão, 15'/2ºT). Técnico: Jorginho.

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Danilo Tarracha; Marcelo (William Henrique, 31'/1ºT), Cáceres, Escudero e Renato Cajá (Michel, 30'/2ºT); Marquinhos e Dinei (maxi Biancucchi, 31'/2ºT). Técnico: Ney Franco.