icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2013
17:39

Renato Augusto fará um exame de ressonância magnética nesta segunda-feira, em um hospital de São Paulo, mas se confirmado o primeiro diagnóstico, que aponta para uma suspeita de fratura no lado esquerdo da face, o meia pode ter de ficar dois meses em recuperação.

De volta ao time titular após três meses e meio, o jogador que herdou a camisa 8 de Paulinho saiu chorando do gramado após se chocar contra o cotovelo de Souza, atacante do Bahia que foi seu colega no Flamengo no início da carreira.

– Ele teve um truama na face na região lateral, na região do arco zigomático (osso da bochecha) e está muito sensível, muito dolorido e com suspeita de fratura – disse o médico Júlio Stancati, à TV Band.

Em 2008, atuando pelo clube carioca, o meia levou uma cabeçada na região direita do rosto. A fratura lhe tirou dos gramados por dois meses. Até hoje, ele convive com três placas de titânio com 1,5 milímetro de espessura e 11 parafusos para a sustentação do malar no rosto.

– Ele está traumatizado, chorou muito. Está chateado pela experiência anterior, mas aparentemente não temos as mesmas proporções daquele estrago, que exigiu cirurgia reparadora grande. Não parece ser dessa gravidade. Vamos fazer os exames para ver se há fratura. Tendo, para por um período grande, uns dois meses – completou o médico.

Para o jogo contra o São Paulo, pela Recopa, no dia 17, Tite já não conta com Douglas, com lesão no tornozelo direito, e possivelmente com Sheik e Danilo, que sofreram lesão no ligamento do joelho esquerdo e que param por duas semanas.

– O grupo todo vai ajudar muito o Renato. Ele vai ter todo o suporte e carinho do torcedor e dos colegas – lamentou bastante o técnico Tite.

Renato Augusto fará um exame de ressonância magnética nesta segunda-feira, em um hospital de São Paulo, mas se confirmado o primeiro diagnóstico, que aponta para uma suspeita de fratura no lado esquerdo da face, o meia pode ter de ficar dois meses em recuperação.

De volta ao time titular após três meses e meio, o jogador que herdou a camisa 8 de Paulinho saiu chorando do gramado após se chocar contra o cotovelo de Souza, atacante do Bahia que foi seu colega no Flamengo no início da carreira.

– Ele teve um truama na face na região lateral, na região do arco zigomático (osso da bochecha) e está muito sensível, muito dolorido e com suspeita de fratura – disse o médico Júlio Stancati, à TV Band.

Em 2008, atuando pelo clube carioca, o meia levou uma cabeçada na região direita do rosto. A fratura lhe tirou dos gramados por dois meses. Até hoje, ele convive com três placas de titânio com 1,5 milímetro de espessura e 11 parafusos para a sustentação do malar no rosto.

– Ele está traumatizado, chorou muito. Está chateado pela experiência anterior, mas aparentemente não temos as mesmas proporções daquele estrago, que exigiu cirurgia reparadora grande. Não parece ser dessa gravidade. Vamos fazer os exames para ver se há fratura. Tendo, para por um período grande, uns dois meses – completou o médico.

Para o jogo contra o São Paulo, pela Recopa, no dia 17, Tite já não conta com Douglas, com lesão no tornozelo direito, e possivelmente com Sheik e Danilo, que sofreram lesão no ligamento do joelho esquerdo e que param por duas semanas.

– O grupo todo vai ajudar muito o Renato. Ele vai ter todo o suporte e carinho do torcedor e dos colegas – lamentou bastante o técnico Tite.