icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
08/11/2014
12:37

O técnico Mano Menezes está mesmo decidido a manter o time que enfrenta o Santos neste domingo, às 19h30, na Arena de Itaquera, sob total sigilo. Na última atividade antes do clássico, o treinador escondeu parte dos trabalhos e só abriu os portões do CT Joaquim Grava para um rachão e uma atividade de bola parada com os jogadores de defesa. A observação do recreativo, no entanto, dá a entender que Renato Augusto não será problema na 33ª rodada do Brasileirão.

Renato Augusto não havia participado dos trabalhos com portões abertos durante toda a semana, sob a alegação de que se recuperava de desgaste físico na parte interna do CT. Neste sábado, entretanto, o meia foi a campo e participou do rachão ao lado dos companheiros, com movimentação, passes, um gol e muita brincadeira. Os únicos que não participaram desta atividade foram o goleiro Cássio, que levou um pisão na mão no treino de quarta-feira, mas não é dúvida, e o zagueiro Anderson Martins. Este, sim, preocupa.

Anderson Martins esteve no empate em 2 a 2 com o Coritiba, na última rodada, e também não treinou com bola na última semana se recuperando do desgaste da maratona e do ritmo intenso do futebol brasileiro - ele chegou ao clube, após três temporadas no Qatar, na pausa da Copa do Mundo. No rachão, o parceiro de zaga de Gil também foi desfalque, ampliando sua condição de dúvida no compromisso contra o Santos. Sem ele, Felipe deve ter nova oportunidade.

Como Renato Augusto não é mais dúvida, resta saber em que posição Mano pretende escalá-lo. Contra o Coxa, ele foi utilizado ao lado de Bruno Henrique, Elias, Danilo, Luciano e Malcom. Mas até então Mano não podia contar com Guerrero, que cumpria suspensão imposta pelo STJD. Além disso, o treinador indicou que Petros deve retomar espaço no time titular, aumentando as dúvidas.

No único treino em que mostrou time, Guerrero entrou na vaga de Malcom e Petros na de Renato Augusto, que não havia participado dos trabalhos. Depois, Ralf ainda substituiu Bruno Henrique e Luciano tirou a vaga de Malcom. Outra possibilidade trabalhada secretamente foi manter fora Luciano e Malcom e reforçar o meio de campo com Petros, Danilo e Renato Augusto. Nenhuma das formações, no entanto, foi confirmada pelo treinador.

Cheio de indefinições, o provável Corinthians do clássico é o seguinte: Cássio, Fagner, Gil, Anderson Martins (Felipe) e Fábio Santos; Bruno Henrique (Ralf), Elias, Petros, Danilo (Luciano ou Malcom) e Renato Augusto; Guerrero.