icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/03/2014
09:14

Sem dúvidas. O técnico Renato Gaúcho já tem na cabeça a equipe que vai entrar em campo amanhã, no segundo jogo das semifinais diante do Vasco, que decidirá quem vai para decisão do Campeonato Carioca. O treinador tem duas opções, o volante Rafinha, caso queira escalar o time mais cauteloso, ou o meia Wágner, que mudaria o esquema atual utilizado por ele nesta temporada.

– Na minha cabeça não há dúvida alguma. Mas vocês só vão saber quem escolhi alguns minutos antes da partida. O mais importante é que minha equipe foi muito bem, teve disposição, garra, atenção. É uma partida de 180 minutos, estamos vivos. Temos que jogar com inteligência e saber usar o regulamento na hora certa – afirmou Renato, que não deu pistas sobre quem será o escolhido para o clássico decisivo de amanhã.

A tendência é de que Renato não mexa no esquema tático. Com isso, Rafinha deve ser o escolhido, já que possui características mais defensivas e o Tricolor ainda tem a vantagem do empate. Com Wágner, o time perde força de marcação no meio de campo, mas ganha na criação das jogadas, já que terá um jogador para dividir a responsabilidade com Darío Conca.

– Rafinha é um jogador que tem as mesma características do Valencia e do Diguinho. Talvez um pouco menos de qualidade que Jean na saída e apoio ao ataque. Wágner é um jogador mais ofensivo, que chega mais perto do gol, chuta forte. São características diferentes. Um é mais defensivo e outro é mais ofensivo – disse Renato.

A último treino do Fluminense será hoje, nas Laranjeiras, e este será o único dia que Renato terá para treinar a equipe com Wágner ou Rafinha. A tendência é de que o técnico não dê pistas e o mistério continue. Aí só restará a espera.