icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
19:37

O Botafogo promoveu nesta quinta-feira uma ação de solidariedade. Lucas Zen e Renan visitaram o Hospital Estadual da Criança, em Vila Valqueire, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Além de conhecerem um pouco o local, os jogadores distribuíram presentes para os pacientes.

- Eu já fui algumas vezes a hospitais, tenho filho pequeno e sei bem a importância de estar com essas crianças. Acho que deu para conhecer botafoguenses e ‘converter’ alguns pacientes em botafoguenses também - disse o goleiro Renan.

Uma das crianças internadas não parecia acreditar no que estava vendo. Botafoguense de coração, Elisson Costa de Freitas, de 5 anos, que faz tratamento contra leucemia na unidade, ficou bastante emocionado ao ver os jogadores. A mãe de Elisson, Janaina Chamarelli, descreveu a felicidade do filho:

- O dia de hoje foi muito especial para o meu filho. Acredito que ele nunca vai esquecer. Só tenho a agradecer todo o carinho que meu filho recebeu dos jogadores e dos profissionais do hospital. Hoje deu para esquecer um pouquinho da doença.

Para o diretor médico do hospital, Jason Guida, a presença dos jogadores foi muito positiva.

- Essa ação é muito importante não só para as crianças, como para os pais e para os funcionários. Mexe na rotina deles, que já é difícil, e todos se sentem valorizados – explicou Jason.

O Botafogo promoveu nesta quinta-feira uma ação de solidariedade. Lucas Zen e Renan visitaram o Hospital Estadual da Criança, em Vila Valqueire, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Além de conhecerem um pouco o local, os jogadores distribuíram presentes para os pacientes.

- Eu já fui algumas vezes a hospitais, tenho filho pequeno e sei bem a importância de estar com essas crianças. Acho que deu para conhecer botafoguenses e ‘converter’ alguns pacientes em botafoguenses também - disse o goleiro Renan.

Uma das crianças internadas não parecia acreditar no que estava vendo. Botafoguense de coração, Elisson Costa de Freitas, de 5 anos, que faz tratamento contra leucemia na unidade, ficou bastante emocionado ao ver os jogadores. A mãe de Elisson, Janaina Chamarelli, descreveu a felicidade do filho:

- O dia de hoje foi muito especial para o meu filho. Acredito que ele nunca vai esquecer. Só tenho a agradecer todo o carinho que meu filho recebeu dos jogadores e dos profissionais do hospital. Hoje deu para esquecer um pouquinho da doença.

Para o diretor médico do hospital, Jason Guida, a presença dos jogadores foi muito positiva.

- Essa ação é muito importante não só para as crianças, como para os pais e para os funcionários. Mexe na rotina deles, que já é difícil, e todos se sentem valorizados – explicou Jason.