icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
19:13

Um dos três remanescentes do time titular campeão do mundo em 2012 no jogo deste domingo (o goleiro Cássio e o volante Ralf são os outros), Fábio Santos lamentou a eliminação no Paulistão e a queda da equipe nos últimos meses. O lateral-esquerdo admite que a torcida vai pressionar por bons resultados, mas acredita que ela será compreensiva pelo momento de reformulação que o Timão está passando.

– Haverá uma pressão natural, é claro, como sempre acontece no Corinthians, mas o trabalho está sendo bem feito. (A eliminação) não era o que queríamos, mas vamos manter cabeça no lugar para fazer um grande Brasileirão e uma grande Copa do Brasil – afirmou na saída do campo.

Fábio Santos voltou a jogar como titular contra o Penapolense, depois de se recuperar de cirurgia no púbis, e foi substituído aos 18 minutos do segundo tempo.

Sobre o possível corpo-mole do São Paulo contra o Ituano para prejudicar o Corinthians, o lateral lembrou que já trabalhou com Muricy Ramalho, técnico tricolor, e não acredita em má fé dos rivais.

– Não adianta a gente julgar o que aconteceu lá (no Morumbi). Eu sempre acreditei no profissionalismo deles (dos são-paulinos), no treinador que é o Muricy e com quem eu já trabalhei no São Paulo – disse.

O Corinthians volta a jogar na próxima quarta-feira, contra o Bahia de Feira de Santana, em Feira, na Bahia.

Corinthians joga mal, empata e dá adeus ao Paulista