icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
06/02/2015
15:40

A Federação Paulista de Futebol agitou a semana que antecede o clássico entre Palmeiras e Corinthians. A entidade acatou um pedido do Ministério Público e estabeleceu que o Dérbi deste domingo na Allianz Parque terá apenas uma torcida, no caso a do Verdão, por motivos de segurança.  A medida causou descontentamento do lado corintiano, com a diretoria do clube ameaçando ir à Justiça para garantir a entrada da sua torcida no estádio. Além disso, os torcedores alvinegros protestam contra a decisão neste sexta-feira, no Parque São Jorge. O tema está gerando muito discussão, mas não é novidade no Brasil e também em alguns outros países, como a argentina. Veja:

Atlético-MG x Cruzeiro

Com o fechamento do Mineirão em 2010 para as obras para a Copa do Mundo, Atlético-MG e Cruzeiro passaram a mandar seus jogos em estádios do interior do estado. Com isso, os clubes passaram a adotar torcida única nos clássicos.O reencontro das duas torcidas só foi acontecer de novo em 2013, na reinauguração do principal estádio de Minas. Porém, no primeiro jogo da final da Copa do Brasil em 2014 os times voltaram a jogar com uma única torcida, já que a Raposa abriu mão dos ingressos destinados aos cruzeirenses no Independência.

Atletiba

Também sem poder usar a Arena da Baixada por causa de obras para a Copa do Mundo, o Atlético-PR pediu que a partida contra o Coritiba, em 2012, que foi marcada para a Vila Capanema, tivesse torcida única. O Ministério Público era contra a ideia, mas depois da recomendação da polícia militar, acabou liberando a partida somente com os torcedores do Furacão. No jogo entre as duas equipes no Couto Pereira, no mesmo Paranaense de 2012, somente os torcedores do Coxa compareceram.

Superclássico argentino

O superclássico argentino também é outro que já contou com torcida única. Um exemplo foi na histórica semifinal da Libertadores de 2004. Tanto a La Bombonera quanto o Monumental de Nuñez receberam apenas os torcedores dos seus respectivos clubes.

Clássicos argentinos

Inclusive, clássicos com torcidas únicas passaram a ser implantados na Argentina desde 2007. Visando a segurança, a Justiça do país determinou que jogos da segunda e terceira divisões fossem assistidos apenas por torcedores do time mandante. Além de Boca x River, a medida também já aconteceu entre outros rivais grandes, como Rosário Central e Newell’s Old Boys.

LEIA MAIS:
> Na Justiça, Corinthians pede torcida no estádio ou adiamento do Dérbi
> Com organizadas contra, PM endossa decisão de Dérbi com torcida única
> Muricy fala sobre clássicos com torcida única: 'Lamentável'