icons.title signature.placeholder Walace Borges
22/11/2014
20:19

O técnico Vagner Mancini surpreendeu ao levar o apoiador Ronny junto com a delegação para Chapecó. Ele passou por cirurgia no joelho esquerdo em abril, e não era relacionado desde então.

Contratado nesta temporada, Ronny fez apenas duas partidas com a camisa do Botafogo. Ele foi titular contra o Bonsucesso, pelo Campeonato Estadual, e entrou no segundo tempo da derrota por 1 a 0 para o Unión Española, do Chile, pela Copa Libertadores, quando acabou rompendo os ligamentos do joelho.

– Estou muito feliz. Acho que quem passa pelo que eu passei, pensa que vai ficar um ano sem jogar, mas o departamento médico do Botafogo me recuperou em seis meses. Quero ser mais uma opção para o Mancini no banco e no elenco – disse o jogador, em entrevista coletiva após o treino deste sábado, em Chapecó.

Com contrato até o fim de 2014, Ronny pode contribuir hoje com a experiência que possui no futebol catarinense. Revelado pelo Criciúma, ele também passou pelo Figueirense, ambos rivais da Chapecoense.

– Aqui a Chapecoense é muito forte. Já joguei algumas vezes aqui. Nos primeiros 15 minutos é bola na área o tempo todo, porque o campo é muito difícil. Quem já jogou aqui tem falado sobre isso, para o time manter os nervos no lugar no começo da partida – afirmou o apoiador.