icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
24/11/2014
15:14

No último sábado, às vésperas do GP de Abu Dhabi, a Ferrari confirmou a saída de Fernando Alonso, que dará lugar ao alemão Sebastian Vettel. Apesar de o destino do bicampeão da Fórmula 1 ainda não ter sido anunciado oficialmente, tudo indica que o espanhol defenderá a McLaren na próxima temporada. Entretanto, o 'anúncio' veio de forma inusitada. Juan Carlos I, rei da Espanha entre 1975 e 2014, foi quem 'contou a notícia'. Em entrevista ao canal espanhol 'Antena 3', o monarca, que esteve com Alonso durante a prova dos Emirados Árabes, afirmou que o piloto havia o confidenciado que retornaria à McLaren, escuderia que defendeu em 2007.

- Eu queria apoiar Fernando na última corrida dele (pela Ferrari). Estive com ele, e ele me disse que vai para a McLaren e está muito feliz - revelou Juan Carlos I.

Questionado a respeito das declarações do rei, Fernando Alonso respondeu com bom-humor:

- Não posso discordar do rei, ele está sempre certo - brincou o espanhol.

Especulações à parte, ainda não há confirmação oficial sobre o destino de Fernando Alonso na temporada 2015. A McLaren anunciou que só divulgará a dupla de pilotos para o ano que vem em dezembro. No domingo, no GP de Abu Dhabi, Alonso se despediu da Ferrari com um nono lugar na prova. O espanhol terminou o ano na sexta colocação geral, com 161 pontos.