icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis e Rodrigo Ciantar
13/04/2014
08:13

Ainda de forma tímida, as mudanças no elenco do Botafogo já começaram, mas serão bem mais drásticas no meio da temporada. A saída de Henrique, emprestado para o Bahia, e a chegada de Emerson Sheik são apenas o começo. A diretoria espera negociar joias da base, aliviar a folha salarial com o término de vínculos e, com maior equilíbrio financeiro, investir em alguns reforços para elenco visando ao segundo semestre.

Pelo menos três jovens da base podem ser negociados no meio da temporada: Dória, Gabriel e Octávio. Este último está emprestado ao ABC, mas há uma cláusula no contrato dele que, em caso de proposta, ele terá de ser liberado.

Dória e Gabriel têm sido assediados por clubes europeus. Inicialmente, a diretoria queria segurá-los para a disputa da Libertadores. Mas, internamente, os dirigentes enxergam que já seria o momento ideal para negociá-los. No caso do volante, o Milan deverá ser o destino, com uma forcinha de Seedorf.

Octávio já havia sido liberado para negociar no começo do ano e, por questão de horas para o fechamento da janela de transferências internacionais, não acertou com o Siena (ITA). A venda desse trio aliviaria parcialmente as finanças do clube, uma vez que o Botafogo tem a maior parte dos direitos deles.

As finanças também terão um alívio na questão da folha salarial. Renato, que recebe cerca de R$ 300 mil, tem contrato até julho e não ficará. O volante caiu muito de produção e sequer tem sido escalado. Airton deve seguir o mesmo caminho.

Para esta primeira parte do Brasileiro, fora Emerson Sheik, que é esperado para assinar contrato nesta segunda-feira, o time será praticamente o mesmo que disputou a Libertadores. Mas, após a Copa do Mundo, o torcedor terá de se acostumar com uma nova escalação.

Lodeiro pode sair após a Copa

Além das negociações para equilibrar o clube financeiramente, o Botafogo pode perder outro importante nome da equipe após a Copa do Mundo: o meia Lodeiro. O camisa 14 alvinegro já despertou o interesse de vários clubes europeus e esteve recentemente na mira do Besiktas (TUR), que chegou a noticiar no site oficial do clube que estava negociando com o atleta.

Caso o uruguaio se destaque na competição, a permanência dele no Glorioso ficaria praticamente inviável. O fundo de investimentos que detém 43,75% dos direitos econômicos do jogador já desejava negociá-lo no início do ano, mas entrou em acordo com o Botafogo, que considerava o meia peça importante na Libertadores.