icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
29/07/2013
07:10

Contratado junto ao Málaga (ESP), Júlio Baptista chega ao Cruzeiro com o respaldo de diretoria, comissão técnica e torcedores. A valorização é tanta que o meia-atacante vai herdar a camisa 10, utilizada por grandes craques da história do clube. Para avaliar a chegada de ‘La Bestia’ à Toca da Raposa, o LANCE!Net consultou Dirceu Lopes, destaque do time nas conquistas da Taça Brasil de 1966 e Copa Libertadores de 1976.

Conhecido como ‘Príncipe do Futebol’, em referência à alcunha dada a Pelé, o ex-jogador avaliza a contratação do apoiador. Dirceu destaca a experiência internacional de Júlio Baptista e o fato de ele se tornar referência para o elenco.

– Ótima contratação. O Júlio Baptista, além de ser um bom jogador, tem uma excelente conduta e é um bom exemplo para o grupo. Chega com vasta experiência internacional. Ele se encaixa perfeitamente como camisa 10 porque com sua técnica e força pode trazer equilíbrio tático ao lado dos velocistas Éverton Ribeiro, Lucca, Goulart e outros jovens. Positiva a ação da diretoria – comentou.

E MAIS:
> Cruzeiro apresenta Júlio Baptista em carro-forte: ‘Me dá vontade de jogar’
> Técnico do Cruzeiro celebra vitória e boa fase ofensiva de sua equipe
> Leia mais sobre o Cruzeiro

A trajetória do meia-atacante também impressiona o ídolo cruzeirense. Dirceu Lopes relembra o início de carreira de ‘La Bestia’, quando era volante no São Paulo, e a sua atual versatilidade no setor ofensivo.

– Chama a atenção a evolução do atleta que despontou como volante e se firmou como homem de frente. Geralmente é o inverso, o jogador vai ficando mais velho e recuando, procurando áreas em campo que não exigem tanto. O Júlio foi o contrário, isso por causa da qualidade que tem – concluiu.

A expectativa dos cruzeirenses é que Júlio Baptista siga os mesmos passos de Dirceu Lopes com a camisa do clube e conquiste os principais títulos do futebol, como Libertadores e Campeonato Brasileiro.

Júlio Baptista é apresentado, e dá sorte para a Raposa contra o Galo

Contratado junto ao Málaga (ESP), Júlio Baptista chega ao Cruzeiro com o respaldo de diretoria, comissão técnica e torcedores. A valorização é tanta que o meia-atacante vai herdar a camisa 10, utilizada por grandes craques da história do clube. Para avaliar a chegada de ‘La Bestia’ à Toca da Raposa, o LANCE!Net consultou Dirceu Lopes, destaque do time nas conquistas da Taça Brasil de 1966 e Copa Libertadores de 1976.

Conhecido como ‘Príncipe do Futebol’, em referência à alcunha dada a Pelé, o ex-jogador avaliza a contratação do apoiador. Dirceu destaca a experiência internacional de Júlio Baptista e o fato de ele se tornar referência para o elenco.

– Ótima contratação. O Júlio Baptista, além de ser um bom jogador, tem uma excelente conduta e é um bom exemplo para o grupo. Chega com vasta experiência internacional. Ele se encaixa perfeitamente como camisa 10 porque com sua técnica e força pode trazer equilíbrio tático ao lado dos velocistas Éverton Ribeiro, Lucca, Goulart e outros jovens. Positiva a ação da diretoria – comentou.

E MAIS:
> Cruzeiro apresenta Júlio Baptista em carro-forte: ‘Me dá vontade de jogar’
> Técnico do Cruzeiro celebra vitória e boa fase ofensiva de sua equipe
> Leia mais sobre o Cruzeiro

A trajetória do meia-atacante também impressiona o ídolo cruzeirense. Dirceu Lopes relembra o início de carreira de ‘La Bestia’, quando era volante no São Paulo, e a sua atual versatilidade no setor ofensivo.

– Chama a atenção a evolução do atleta que despontou como volante e se firmou como homem de frente. Geralmente é o inverso, o jogador vai ficando mais velho e recuando, procurando áreas em campo que não exigem tanto. O Júlio foi o contrário, isso por causa da qualidade que tem – concluiu.

A expectativa dos cruzeirenses é que Júlio Baptista siga os mesmos passos de Dirceu Lopes com a camisa do clube e conquiste os principais títulos do futebol, como Libertadores e Campeonato Brasileiro.

Júlio Baptista é apresentado, e dá sorte para a Raposa contra o Galo