icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/04/2014
19:41

O Chelsea garantiu classificação para a semifinal da Liga dos Campeões nesta terça-feira. O gol de Demba Ba explodiu José Mourinho, que saiu correndo para comemorar (ou como ele disse, para falar aos jogadores que faltava pouco tempo para terminar), e tem grandes chances de colocar o português na frente de velhos conhecidos na próxima fase.

O Real Madrid vive boa fase sem o português (Foto: Gerard Julien/AFP)

O mais óbvio é o outro time já classificado para a semifinal, o Real Madrid. O português sai exatamente da equipe merengue na última temporada para retornar ao Chelsea. Ele até venceu títulos por lá, mas não deixou saudades. Recentemente foi divulgada a informação até de que teria ofendido fortemente os seus ex-comandados.

Mourinho pode reencontrar Messi e o Barcelona. E agora com Neymar (Foto: Lluis Gene/AFP)

Como era técnico do Real Madrid, criou rivalidade com o Barcelona. Na verdade, foi contratado até para terminar com a hegemonia que o time catalão tinha. E o Barça é outro candidato a estar na semifinal. Enfrenta nesta quarta-feira o Atlético de Madrid.

Por falar no Colchonero, até é um possível reencontro com o seu antigo rival da capital espanhola. Porém, não chegou a sofrer tanto com a equipe.

Guardiola agora comanda o Bayern de Munique (Foto: AFP)

O outro jogo de quartas de final também traz dois "inimigos íntimos". Um deles é o Bayern de Munique. Não há tanta rivalidade com o clube, mas sim com o seu técnico: Pep Guardiola. Ele era justamente o treinador do Barcelona na maior parte de sua passagem pelo Real Madrid, e fizeram uma das maiores rivalidades entre técnicos de todos os tempos.

Manchester United não vive grande fase (Foto: Andrew Yates/AFP)

Do outro lado estará o Manchester United, rival inglês. Porém, chama a atenção o profundo respeito que Mourinho tem pelo clube. E principalmente pelo seu ex-técnico, Sir Alex Ferguson. O português até foi muito especulado para substituir o escocês.