icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
03/12/2013
12:34

Recuperado de dores na perna esquerda, o volante Renato foi a maior novidade do treino coletivo entre os reservas do Botafogo, na manhã desta terça-feira, no campo anexo do Engenhão. O jogador sofreu um pisão acima do tornozelo no jogo contra o São Paulo e sequer viajou com a equipe para a partida do último domingo, contra o Coritiba.

Apesar de ter treinado, o local onde Renato sofreu o pisão ainda está dolorido. Se estiver totalmente preparado, ele deve estar liberado para o último jogo da temporada, domingo, às 17h, contra o Criciúma, no Maracanã, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O lateral-direito Edilson, que estava suspenso na última rodada, mas que não treinou durante a última semana, correu em torno do campo. Ele também deve estar liberado para jogar domingo. O meia Hyuri, titular no primeiro tempo contra o Coritiba, e Lodeiro, substituto dele na segunda etapa, também participaram. O primeiro deixou o treino mais cedo. Ele tirou a chuteira do pé direito e saiu mancando.

E MAIS
- Botafogo negocia mudanças no contrato com o Maracanã
- Hernane apresentará bola da Copa do Mundo ao lado de Fred e Seedorf
- Botafogo recebe missa de sétimo dia em homenagem a Nilton Santos

Jefferson foi o único titular a subir para o campo. Ele, porém, não participou do coletivo. O capitão alvinegro realizou um trabalho físico ao lado do campo com o preparador de goleiros do Botafogo, Flávio Tenius. Os demais ficaram na academia fazendo um trabalho regenerativo.

Com 58 pontos, o Botafogo ocupa a quinta colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e luta para voltar ao G4 e conseguir a vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Para isso, além de vencer o Criciúma, os alvinegros precisam torcer para que Goiás ou Atlético-PR, ambos concorrentes à última vaga na competição continental, perca o seu jogo.