icons.title signature.placeholder LANCE!Bizz
23/02/2015
16:01

A receita somada dos 12 maiores clubes de futebol do Brasil deve atingir R$ 2,3 bilhões este ano, uma alta de 8% sobre 2014. Essa é a estimativa do Itaú BBA, que projeta ainda uma alta de 4% nos custos e despesas dos times, chegando a R$ 2,2 bilhões.

Os dados fazem parte do estudo “Análise Econômico-Financeira dos Clubes de Futebol Brasileiros – Pré-temporada 2015”, que abrangeu os clubes Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco.

Segundo o banco, as projeções foram feitas a partir dos balanços disponibilizados por sete dos clubes abrangidos no estudo, o que ajudou a instituição financeira a elaborar as estimativas de receita para este ano.

“No geral, há que se fazer um forte ajuste nos custos, uma vez que as receitas não aparentam ter força de crescimento nos próximos anos, já que o contrato com a TV está dado, o mercado publicitário reduziu a precificação das camisas dos clubes, e mesmo a bilheteria pode sofrer queda em virtude da menor renda esperada para o torcedor”, avalia Cesar Grafietti, gerente de crédito do Itaú BBA e coordenador do estudo.