icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/03/2014
16:14

O Campeonato Espanhol chega em sua reta final, restam apenas nove rodada, e nunca os três concorrentes pelo título estiveram tão embolados. O Atlético de Madrid lidera com 70 pontos, deixando o Real Madrid para trás apenas nos critérios de desempate. O Barcelona, que venceu os Merengues neste domingo, vem na cola com 69.

Pelo menos na teoria, o Real Madrid é o time que tem a parada mais difícil nesta próxima rodada. O time vem de derrota contra o Barcelona, e encara o Sevilla fora de casa. O time andaluz é o quinto na tabela e ainda sonha com uma arrancada final para estar na Liga dos Campeões. Por isso, Ancelotti quer deixar as polêmicas do clássico para trás e pensar somente no rival desta quarta.

- O Sevilla tem aspirações, ganhou o dérbi (contra o Betis, pela Liga Europa), mas temos possibilidades de ganhar porque temos qualidade e somos conscientes de que a partida é muito importante - disse Ancelotti durante entrevista coletiva.

Di María e Benzema têm se destacado pelo Real Madrid (Foto: AFP)

Barcelona e Atlético de Madrid pegam "rivais equivalentes". Os catalães vão jogar contra o Celta, que está na 12ª colocação, logo atrás do Granada, adversário do Colchonero. E ambos ainda jogam em casa. Em sua coletiva, Tata teve que falar mais do clássico contra o Real e suas polêmicas do que a partida contra o time de Vigo. Mas falou sobre alguma falta de regularidade de sua equipe.

- Nosso desejo é render em um grande nível e ter atuações parecidas com a desse fim de semana. As competições estão em suas retas finais, e se não mantivermos esse nível, correremos riscos - apontou.

 
 Atlético de Madrid e Barcelona se enfrentam na última rodada do Campeonato Espanhol (Foto: Dani Pozo/ AFP)

O técnico Diego Simeone, do Atlético de Madrid, continua com o seu conceito de pensar jogo a jogo e ainda não fala de título. Mesmo na liderança. Para ele, Barcelona e Real Madrid são os favoritos.

- Sem dúvidas. Eles têm todos os argumentos para isso. Se faltassem duas ou três rodadas, seria diferente. Temos que ganhar todos os jogos, e isso é muito difícil. Temos que pensar jogo a jogo. Nove rodadas é muita coisa - disse "El Cholo", para depois falar sobre o Granada e convocar a torcida para o jogo:

- Será dura e complicada, porque a necessidade do rival de vencer é a mesma que a nossa. Só o que me preocupa é de que precisamos de um ambiente favorável. Convido a torcida para acompanhar a equipe em um momento bonito.