icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/04/2014
16:24

Pelo quarto ano consecutivo, Real Madrid e Barcelona se enfrentam pela Copa do Rei. Desde a final de 2011, vencida pelos merengues, os dois gigantes estiveram frente a frente em mais duas ocasiões. Foram dois confrontos pelas quartas de final, em 2012, e mais dois pelas semifinais, em 2013.

Neste retrospecto recente, a vantagem é do Real Madrid. Tirando a eliminação nas quartas de 2012, a equipe da capital ganhou o título no ano anterior e jogou a final da Copa do Rei na temporada passada. Acabou, no entanto, perdendo a decisão para o Atlético de Madrid.

Na final de 2011, disputada no mesmo Estádio Mestalla, palco da final desta quarta-feira, Cristiano Ronaldo foi o heroi ao marcar na prorrogação o gol da vitória do Real Madrid por 1 a 0. Aquele foi o único título dos merengues na temporada 2010/11, onde o Barcelona conquistou o Campeonato Espanhol, a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes.

Na temporada seguinte, dois jogos polêmicos pelas quartas de final. No primeiro, no Santiago Bernabéu, o Barcelona venceu por 2 a 1. Cristiano Ronaldo ainda colocou o Real em vantagem logo no início, mas Puyol e Abidal viraram no segundo tempo. Este jogo ficou marcado também pelo pisão do zagueiro Pepe na mão de Messi.

No jogo de volta, no Camp Nou, muita reclamação do Real Madrid com relação à arbitragem. O empate em 2 a 2, gols de Pedro e Dani Alves para o Barça, e Cristiano Ronaldo e Benzema, para o Real, eliminou o time da capital. Após a partida, a atuação do árbitro Teixeira Vitienes foi criticada pela anulação de um gol de Sergio Ramos, da expulsão do mesmo defensor e pela não marcação de dois pênaltis.

O troco, porém, veio em 2013. O Real Madrid eliminou o Barcelona nas semifinais em pleno Camp Nou. Um jogo onde Messi esteve apagado, e Cristiano Ronaldo ajudou os merengues no triunfo por 3 a 1. Além do português, que fez dois, Varane marcou o terceiro. Jordi Alba descontou. No primeiro jogo houve empate em 1 a 1, gols de Fàbregas e Varane, com Cristiano Ronaldo e Messi sendo apenas coadjuvantes.

Um outro capítulo desta rivalidade será escrito nesta quarta-feira, a partir das 16h30 (de Brasília), no Mestalla, com o Real Madrid chegando em um momento melhor. No entanto os merengues não terão Cristiano Ronaldo, um dos grandes protagonistas dos duelos entre os dois times.


Copa Rei: L!TV esquenta rivalidade entre Real e Barça