icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2014
10:48

As declarações de Michel Platini, presidente da Uefa, dizendo que daria a Bola de Ouro, prêmio entregue ao melhor jogador do mundo, a algum alemão não caíram bem no Real Madrid. O ex-jogador francês disse que daria o troféu individual a algum jogador da Alemanha, por ter sido campeã mundial, e não a destaques particulares, como Cristiano Ronaldo.

Em comunicado oficial emitido no site do Real Madrid, os Merengues lembram que Platini, enquanto responsável máximo do principal órgão de futebol europeu, deveria prezar pela neutralidade. Até depois comentou sobre aspectos futebolítsticos, e defendeu o craque português.

- A Bola de Ouro é individual e não coletiva, que se dá ao melhor jogador do mundo, e acreditamos que, por seguir se mantendo o seu prestígio, os que participam em sua eleição devem ter em conta exclusivamente os méritos profissionais individuais dos jogadores - disse o Real Madrid, para depois falar de CR7:

- Acreditamos sem nenhuma dúvida que Cristiano Ronaldo tenha feito o seu melhor ano profissional em nível individual de sua carreira. Conseguiu a Liga dos Campeões, a Chuteira de Ouro, o recorde de gols em uma edição da Champions, e foi o artilheiro do Campeonato Espanhol. Além disso, já marcou 20 gols nas 12 primeiras rodadas da atual edição do Campeonato Espanhol.