icons.title signature.placeholder Bernardo Cruz e Guilherme Cardoso
01/02/2015
13:45

Quem pensou que a decisão do terceiro lugar do Mundial masculino de handebol, que acontece em Doha (QAT), seria de poucas emoções queimou a língua. Em um jogo muito equilibrado e tenso, a Polônia superou a Espanha na prorrogação e venceu por 29 a 28, garantindo assim a medalha de bronze da competição.

O primeiro tempo começou com os poloneses abrindo três gols de diferença. Tanto que o técnico espanhol Manuel Cadenas precisou pedir tempo com apenas cinco minutos de partida. Os campeões mundiais de 2013 demoraram a se acertaram, mas na metada final dos primeiros 30 minutos conseguiram equilibrar as ações e as duas seleções foram para o intervalo com o placar empatado em 14 a 14.

Na etapa final, a Espanha voltou mais afiada, enquanto a Polônia muito desatenta e com a impressão de que ficaria "sem gás", como aconteceu na semifinal contra o Qatar. Por conta disso, a Espanha passou à frente do placar e chegou a abrir uma diferença de quatro gols. No entanto, os poloneses imprimiram uma forte marcação e contaram com erros do adversário para empatar o duelo no último segundo, forçando a prorrogação.

E MAIS:
> Presidente da IHF se esquiva ao falar sobre naturalizados do Qatar
> França também conta com naturalizados na final do Mundial de handebol

No tempo extra, o jogo seguiu muito parelho, mas a Polônia acabou sendo mais eficiente e conseguiu uma vitória memorável, para festa da torcida e da própria imprensa do país europeu, que vibrou muito pela conquista da medalha de bronze no mundial.

Neste domingo acontece a decisão entre França e Qatar, tambem na Lusail Arena. A partida começa às 14h15 (de Brasília).

*Os repórteres viajam a convite do Mundial masculino de handebol