icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/06/2014
16:16

A direção gremista se mexou durante a parada do Brasileirão. E o elenco do Grêmio gostou. Ao menos, é o que o volante Ramiro deixa transparecer. O meio-campista valorizou a concorrência interna que as chegadas de Matías Rodríguez, Fellipe Bastos e Giuliano criou no grupo gremista.

Pará, por exemplo, tinha vida mais tranquila na lateral direita. Agora conta com a sombra do argentino. Rodriguinho era titular no meio-campo antes da parada, mas perdeu a vaga, pelos treinamentos, para Giuliano. Fellipe Bastos é testado constantemente no meio, na vaga do próprio Ramiro.

- Independente de quem estiver jogando, nosso objetivo é ajudar o Grêmio. A direção buscou reforços para que a gente tenha concorrência. Faz com a que equipe cresça com essa briga por posições. Todo mundo vai querer jogar. É natural. É um início de trabalho em altíssimo nível, todo mundo está se dedicando para que a gente tenha bons resultados - destacou o camisa 17 gremista.

Se o grupo está fechado ou não, Ramiro não se arrisca em dizer. Deixa claro que o elenco vai receber quem quer que seja contratado da melhor maneira, como já foi com as três novidades. A parada deixa todos os times nivelados. Por isso, a birga por título segue no horizonte dos gaúchos, sexto colocados com 15 pontos.

- Tenho certeza que voltamos melhor, basicamente começa um novo campeonato para todas equipes, que vão voltar com a parte física e psicológica do zero. Estamos na parte de cima e vamos até o final brigar pelo título - avaliou Ramiro.

O elenco gremista ganhou o domingo de folga e volta aos trabalhos nesta segunda-feira, em dois turnos. Na próxima semana, a delegação gremista viaja para Paraná, onde enfrentará Grêmio Maringá, dia 3, e Londrina, dia 6.