icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2013
18:53

O volante Ramires viu as declarações de José Maria Marin, presidente da CBF, e questionou o que foi dito pelo dirigente. Em entrevista ao "O Globo", ele deu a entender que, em uma oportunidade, o jogador do Chelsea trocou a Seleção Brasileira por um jantar.

- Pelo que pude entender das declarações do Marin, eu não fui convocado para a Copa das Confederações pelo que houve em Londres e é uma pena que isso tenha acontecido. Já expliquei que foi um mal entendido entre os departamentos médicos do Chelsea e da Seleção e que não tive culpa - começou Ramires, em declarações enviadas via assessoria de imprensa:

- Defendo a Seleção Brasileira desde 2007 e nunca me neguei a jogar pelo meu país, muito menos faria isso por causa de um jantar.

Ramires pediu ainda uma oportunidade de se encontrar com Marin e o técnico Luiz Felipe Scolari para que possam esclarecer tudo.

- Gostaria de ter a oportunidade de conversar com ele e com o Felipão pessoalmente para explicar o que realmente houve e resolver esse assunto de uma vez por todas. Por tudo o que já fiz, seria uma decepção enorme encerrar minha trajetória na Seleção Brasileira dessa forma, com meu nome envolvido em polêmica.Tenho oito anos de carreira e graças a Deus nunca passei por isso. Espero que tudo se resolva da melhor forma possível - concluiu.

O volante Ramires viu as declarações de José Maria Marin, presidente da CBF, e questionou o que foi dito pelo dirigente. Em entrevista ao "O Globo", ele deu a entender que, em uma oportunidade, o jogador do Chelsea trocou a Seleção Brasileira por um jantar.

- Pelo que pude entender das declarações do Marin, eu não fui convocado para a Copa das Confederações pelo que houve em Londres e é uma pena que isso tenha acontecido. Já expliquei que foi um mal entendido entre os departamentos médicos do Chelsea e da Seleção e que não tive culpa - começou Ramires, em declarações enviadas via assessoria de imprensa:

- Defendo a Seleção Brasileira desde 2007 e nunca me neguei a jogar pelo meu país, muito menos faria isso por causa de um jantar.

Ramires pediu ainda uma oportunidade de se encontrar com Marin e o técnico Luiz Felipe Scolari para que possam esclarecer tudo.

- Gostaria de ter a oportunidade de conversar com ele e com o Felipão pessoalmente para explicar o que realmente houve e resolver esse assunto de uma vez por todas. Por tudo o que já fiz, seria uma decepção enorme encerrar minha trajetória na Seleção Brasileira dessa forma, com meu nome envolvido em polêmica.Tenho oito anos de carreira e graças a Deus nunca passei por isso. Espero que tudo se resolva da melhor forma possível - concluiu.