icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2013
15:48

O goleiro Rafael Santos acredita que a equipe do São Caetano reestreará forte na Série B do Campeonato Brasileiro.

Após quase um mês sem partidas oficiais, a equipe do ABC paulista  ajusta os últimos detalhes para a sétima rodada da competição, diante do Avaí, neste sábado, às 16h20, no estádio Primeiro de Maio.

- Fizemos um trabalho muito intenso em Águas de Lindóia. Aproveitamos ao máximo esse período sem jogos oficiais e estivemos em alto nível contra a Ponte Preta no jogo-treino. Estou bastante otimista quanto a nossa sequência na Série B - afirmou o goleiro.

Apesar da mudança de estádio - o Anacleto Campanella passa por melhorias no gramado, com isso, o confronto foi transferido para o Primeiro de Maio, em São Bernardo - o goleiro não acredita que a troca de local vai alterar o comportamento das equipes.

- Não acredito que o Avaí virá para cima de nós. O campo é diferente, mas o mando continua com a gente. Eles sabem da força do nosso elenco e vão nos respeitar por isso. Será um grande jogo - disse.

Na 9º colocação com oito pontos, o São Caetano precisa vencer o Avaí para continuar perto do G-4 e manter vivo o sonho da volta para a Série A do Campeonato Brasileiro.

O goleiro Rafael Santos acredita que a equipe do São Caetano reestreará forte na Série B do Campeonato Brasileiro.

Após quase um mês sem partidas oficiais, a equipe do ABC paulista  ajusta os últimos detalhes para a sétima rodada da competição, diante do Avaí, neste sábado, às 16h20, no estádio Primeiro de Maio.

- Fizemos um trabalho muito intenso em Águas de Lindóia. Aproveitamos ao máximo esse período sem jogos oficiais e estivemos em alto nível contra a Ponte Preta no jogo-treino. Estou bastante otimista quanto a nossa sequência na Série B - afirmou o goleiro.

Apesar da mudança de estádio - o Anacleto Campanella passa por melhorias no gramado, com isso, o confronto foi transferido para o Primeiro de Maio, em São Bernardo - o goleiro não acredita que a troca de local vai alterar o comportamento das equipes.

- Não acredito que o Avaí virá para cima de nós. O campo é diferente, mas o mando continua com a gente. Eles sabem da força do nosso elenco e vão nos respeitar por isso. Será um grande jogo - disse.

Na 9º colocação com oito pontos, o São Caetano precisa vencer o Avaí para continuar perto do G-4 e manter vivo o sonho da volta para a Série A do Campeonato Brasileiro.