icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/12/2013
15:32

O Bahia chega à última rodada do Brasileirão com seu objetivo cumprido: escapou do rebaixamneto e garantiu sua presença na Série A do ano que vem. Ainda assim, a equipe baiana busca a vitória diante do Fluminense, time que enfrenta no domingo, na Fonte Nova. Com cerca de 36 mil ingressos vendidos, os jogadores querem agradecer a sua torcida, e uma vitória será o presente ideal. Para Rafael Miranda, o apoio da torcida não é novidade.

- Quanto à torcida, não me surpreende. Porque, antes de vir para o Bahia, já sabia da história do Bahia e do torcedor, de quase sempre brigar por recorde de maior média de público do Campeonato Brasileiro. Fico feliz, até por não ser um jogo tão decisivo, e o torcedor, ainda assim, ir se despedir. Isso é muito legal - disse o jogador, fazendo referência à busca da quebra de recorde de público, alcançada pela torcida baiana com 36 mil ingressos vendidos para a partida desse domigo.

Enfrentando uma equipe desesperada para escapar do rebaixamento, o Bahia vive um momento oposto, de total tranquilidade. Ainda assim, Rafael Miranda ignora o clima e diz que o Bahia tem a obrigação de vencer. Se conquistar o três pontos, o tricolor tem chances de chegar à 9ª posição, a melhor do Bahia na era dos pontos corridos. Além disso, pode garantir uma vaga na Sul-Americana de 2014.

- Agora, independente da matemática, de o jogo não ser tão importante, o torcedor quer ver a vitória. Não por rebaixar o Fluminense, mas porque vai torcer pelo Bahia. E a gente pode até alcançar uma posição melhor no campeonato. Nós, como profissionais, independentemente da situação matemática, temos que entrar em campo e buscar a vitória - finalizou o jogador.