icons.title signature.placeholder Enrico Bruno
22/11/2013
09:45

Cotado como um dos melhores goleiros do país, Fábio fechou o gol do Cruzeiro neste Brasileirão. A atuação do camisa 1, além de regular, também foi marcada pela ausência de lesões ou desgaste físico. Para a partida deste sábado, no entanto, o arqueiro celeste poderá ser poupado, já que realizou apenas trabalhos na academia da Toca nos dois primeiros dias de atividades no CT. Quem pode surgir abaixo das traves é o jovem Rafael, de apenas 24 anos e que ainda não teve uma chance sequer durante o Brasileiro.

Apesar da possível estreia contra um Vasco desesperado e com o Maraca cheio, Rafael não teme a pressão e diz que o Cruzeiro já está acostumado a enfrentar decisões.

- Sabemos da pressão que teremos diante do Vasco, no Brasileiro inteiro foi assim. O campeonato é bom por isso, a todo momento os times estão brigando por alguma coisa. Querendo ou não, todo jogo é aquela preparação para uma final. Esse jogo de sábado não será diferente - falou o goleiro.

MAIS:
> Vinícius Araújo sonha com gol no Maracanã
> Marcelo Oliveira esboça provável time titular celeste

Até o momento, Fábio esteve presente em todos os 35 joos do Cruzeiro no Brasileirão. Ao todo, Rafael só atuou em duas partidas em 2013, ainda pelo Campeonato Mineiro. Contra o Vasco, o goleiro ainda poderá se reencontrar com Adílson Batista, ex-treinador do Cruzeiro e responsável por promover Rafael ao elenco profissional da Raposa.

- O Adílson é um excelente treinador, foi ele que me subiu para o profissional. Sou muito grato à ele. Tenho certeza que ele vai tentar montar algumas ciladas para o Cruzeiro, mas sabemos disso e vamos entrar muito focado e atento para não sermos surpreendido - completou.