icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes
11/11/2014
11:06

Sem Jefferson, não convocado para os dois últimos amistosos do Brasil neste ano, a titularidade no gol do Brasil é uma incógnita para o amistoso de quarta-feira diante da Turquia. A partir do primeiro trabalho visto em campo na segunda-feira em Istambul, porém, é possível dizer que Rafael Cabral, reserva imediato do goleiro do Botafogo nos quatro compromissos anteriores, poderá começar jogando.

Titular do Napoli (ITA), ele foi a campo ao lado de Diego Alves e Neto. O trio realizou atividades específicas sob orientação do preparador Taffarel, mas também estiveram separados em momentos distintos do treino.

No início, os três trabalharam juntos em uma parte do campo. Posteriormente, quando os jogadores treinavam chutes a gol, Rafael e Neto revezaram-se na meta em uma metade do campo. Do outro lado, Diego Alves estava só com Taffarel. A última parte do treino, por sua vez, colocou Diego e Rafael como os goleiros dos times que disputaram um coletivo em campo reduzido.

(Goleiros do Brasil treinam com Taffarel)

Nos dois trabalhos com bolas que envolveram todo o grupo, portanto, Rafael Cabral foi o único mantido nas duas atividades.

Apesar das indicações de que será o titular, Rafael Cabral adota o discurso padrão e deixa a definição a cargo de Dunga.

- Quem decide isso é o treinador. Eu sempre tive o sonho de vestir a camisa da Seleção. Somos analisados a cada treino, conversa, partida e todos nós que viemos aqui, viemos com intuito de jogar. Se tiver a oportunidade, com certeza estarei pronto - destacou.

Chance que também pode levar, de certo modo, pressão sob Rafael. Isso porque Jefferson não foi vazado nos quatro primeiros compromissos. Apesar da responsabilidade, o goleiro atesta que já adquiriu maturidade para lidar com esse tipo de situação.

- Tem de manter o mesmo nível de quem estava jogando. Jefferson fez partidas excelentes, grandes defesas. Todo sistema defensivo foi bem demais, começando lá da frente e marcando. Espero manter este mesmo nível. Se tiver a oportunidade, com certeza estarei pronto - destacou.