icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/04/2014
22:45

O Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul decidiu tirar nove pontos do Esportivo no Gauchão por causa das manifestações racistas de torcedores do time de Bento Gonçalves contra o árbitro Márcio Chagas da Silva. Como consequência, o clube está rebaixado.

Além disso, o clube perdeu seis mandos de campo e levou multa de R$ 30 mil. A decisão tomada nesta quinta-feira cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Na ocasião, o árbitro foi alvo de ofensas e torcedores chegaram a colocar uma banana sobre o carro de Márcio Chagas, que também sofreu avarias.

A repercussão do caso foi tanta que o árbitro chegou a ter um encontro com a presidenta Dilma Rousseff, em Brasília, ao lado do volante Tinga, do Cruzeiro, outro alvo de racismo, mas na Libertadores.