icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2013
11:23

O último treinamento do Fluminense antes da partida diante do Atlético-MG, neste sábado, às 17h, no Maracanã, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi de muita descontração e preocupação. Com um leve treinamento físico, os jogadores suaram a camisa embaixo de um Sol típico do Rio de Janeiro, enquanto os goleiros treinavam separados, inclusive Diego Cavalieiri.

O titular do gol tricolor chegou ao treinamento com luvas, tentou agarrar, mas sentiu dores e saiu da atividade. Posteriormente voltou ao campo, mas sem luvas, só para acompanhar seus companheiros. Pouco tempo depois, o goleiro retornou ao vestiário para colocar novamente as luvas e voltou a treinar. Mesmo demonstrando sentir dores, foi até o final e deverá entrar em campo no sábado.

Após o físico, Dorival Júnior liberou a atividade para o famoso e tradicional rachão, que acontece com frequência nas vésperas dos jogos, com destaques para Felipe, que deu inúmeras assistências para os companheiros de equipe, e Willian, que perdeu um gol sem goleiro. 

Depois  do rachão, Dorival reuniu 13 jogadores formados por Diego Cavalieri, Felipe Garcia, Igor Julião, Leandro Euzébio, Gum, Digão, Valencia, Jean, Rafinha, Wágner, Biro Biro, Rafael Sobis e Samuel para um bate-papo e depois um treinamento de jogadas ensaiadas. Enquanto o restante do elenco fez um trabalho tático em campo reduzido.

Finalizando o dia, Dorival comandou um treinamento com cobranças de pênaltis e finalizações com Rafael Sobis, Samuel e Wágner. na qual Rafael Sobis, artilheiro do Fluminense na temporada com 16 gols, teve um bom aproveitamento.