icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
07/12/2013
13:16

No último dia de trabalhos do Botafogo no Engenhão em 2013 e depois de comandar o tradicional treino de bolas paradas da véspera dos jogos, o técnico Oswaldo de Oliveira quebrou o protocolo para o elenco, que teve um rachão para fechar o ano. Isso para diminuir o clima de tensão que os alvinegros vivem para a partida contra o Criciúma, neste domingo, no Maracanã, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. O próprio trenador foi jogar com seus comandados, atuando no time de colete branco. No equipe adversária, estava o holandês Seedorf.

Durante a brincadeira, Oswaldo e Seedorf chegaram a disputar uma jogada na lateral do campo. O treinador levou a melhor na disputa com o camisa 10. A jogada mais bonita foi protagonizada pela zagueiro Dankler. O defensor deu um chapéu em Lodeiro e, na sequência, deu um lindo toque de calcanhar, sem deixar a bola encostar no gramado.

Os goleiros foram o lateral-esquerdo Lima, que jogou no time de Oswaldo, e Rafael Marques, que jogou na equipe de Seedorf. A equipe do holandês perdeu o jogo por 5 a 4, tendo de dançar ao estilo "Show das Poderosas", da cantora Anitta.

O Botafogo tem 58 pontos e está na quinta colocação do Campeonato Brasileiro. O time enfrenta o Criciúma, neste domingo, às 17h, no Maracanã. Para chegar à Libertadores, precisa vencer e torcer para o Atlético-PR perder para o Vasco, em Joinville, e para o Goiás não vencer o Santos, no Serra Dourada. Caso apenas um dos adversários tropece, o time dependerá da derrota da Ponte Preta para o Lanús, na decisão da Sul-Americana. O jogo de ida, no Pacaembu, terminou 1 a 1, e a volta será disputada nesta quarta-feira, no "La Fortaleza".